Marcão lamenta jejum de vitórias como interino e pede 2017 melhor

A espera por dias melhores marcou a última entrevista de Marcão como interino no Fluminense. Frustrado com o empate cedido ao Internacional, o técnico exigiu que o próximo ano ganhe nova "alma":

- Nosso grupo criou muitas chances, mas não segurou o resultado. Fica a esperança para 2017, com a alma tricolor do Abel (Braga). Diretoria nova, com pensamento de deixar o Fluminense forte. Esperança de um grande ano em 2017 com conquistas.

Marcão ainda explicitou seu lamento por não levar o Fluminense ao G6 do Brasileirão:

- Eu queria, na minha passagem, ganhar todos os quatro jogos e ir para a Libertadores. Mas sabemos das dificuldades. Em 2017, com Abel, que a gente consiga fazer um grande trabalho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos