Flamengo fecha 2016 com recordes no programa de sócios-torcedores

O Flamengo terminará a temporada 2016 com o seu maior número de sócios-torcedores na história do Programa Nação Rubro-Negra: mais de 75 mil. Atualmente, o clube ocupa o sétimo lugar do Torcedômetro, ranking nacional do Movimento por um Futebol Melhor.

O início da temporada não foi dos melhores para o Nação. Com o Flamengo jogando longe do Rio em boa parte do ano, o programa teve uma queda acentuada no seu número de sócios-torcedores. Mas o segundo semestre apresentou uma guinada importante.

A chegada de Diego, a volta ao Maracanã e a campanha no Brasileirão estimularam muitas novas adesões. Em outubro, quando o time mandou seu primeiro jogo no Maracanã e estava no auge da disputa do título nacional, o crescimento registrado foi de quase 18 mil pessoas. Foi o maior do país no período, pelo segundo mês consecutivo.

Além do crescimento no número de associados, o Flamengo celebra também o número de sócios-torcedores alcançados por suas experiências exclusivas. Foram mais de 300 ações realizadas neste ano e mais de 5.800 sócios tendo a oportunidade de fazer parte destes momentos. Os associados puderam participar de experiências em nove estados e até no exterior, no Chile.

Os sócios-torcedores, além das ações oferecidas pelo clube, também podem aproveitar descontos e benefícios oferecidos pelo Movimento por um Futebol Melhor. As empresas parceiras são: Ambev (Brahma), Empório da Cerveja, Chopp Brahma Express, Unilever, Sky, Pepsico, Premiere, Centauro.com.br, Rede de Hotéis Arco, Méliuz e Bic.

Desde 2013, o Movimento concedeu mais de R$ 80 milhões em descontos aos sócios-torcedores dos 74 clubes participantes, que somam 1,2 milhão de inscritos e contribui para uma receita estimada de R$ 400 milhões/ano no futebol com os programas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos