'Real Madrid é favorito, mas é preciso ter humildade e respeito pelo Napoli'

Nada de confronto fácil. O Napoli era a segunda equipe mais forte que poderia pegar o Real Madrid nas oitavas da Liga, sendo superada apenas pela Juventus. São italianos, algo que causa inquietude no Barnabéu. Os madrilenhos não tem se dado bem nos últimos tempos com rivais italianos e convém ir para esse jogo com prudencia e humildade.

O reencontro com Albiol e Callejón também adiciona um ponto perigoso à partida, já que são dois jogadores que deixaram boas recordações por sua disciplina e seriedade. Não me surpreende que tenham ficado em San Paolo e sejam muito queridos pelos torcedores.

É certo que a saída de Higuaín é um alívio, já que com o Pipita o Napoli seria um adversário muito mais forte. No entanto, com Mertens, Insigne, hamsik e o próprio Callejón, eles têm uma equipe muito rápida, que entra na área como bala e não tem nada a perder.

O inferno criado no San Paolo para o jogo de volta é uma preocupação, mas basta tirar a empolgação para que não voltemos loucos. Serão dois ótimos jogos. Mas nada de confiança. Humildade e respeito por um rival que fará uma guerra.

Tomás Roncero, Diário As (ESP), parceiro POOL do LANCE!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos