Vôlei Brasil Kirin e Sesi-SP fazem jogo inédito em Belém

Falta apenas um jogo para completar a oitava rodada do turno da Superliga masculina que será nesta quarta-feira. Vôlei Brasil Kirin e Sesi-SP são duas equipes paulistas, mas se enfrentarão em Belém nesta que será a primeira vez na história que a competição desembarca na capital paraense. O confronto será às 21h, na Arena Guilherme Paraense, mais conhecido como Mangueirinho, e terá transmissão ao vivo do canal SporTV.

A iniciativa de promover o jogo em Belém foi do Brasil Kirin, que tem uma de suas fábrica no local. Os dirigentes convidaram o Sesi-SP, que concordou prontamente com a ação, e os times que contam com cinco campeões olímpicos serão atração de uma festa que promete movimentar a cidade. Muitos ingressos já foram vendidos, mas ainda há disponível para completar o ginásio que tem capacidade para 10 mil torcedores. A expectativa é de casa cheia.

O time de Campinas é o quinto colocado na tabela, com 16 pontos somados em oito jogos, enquanto a equipe da Vila Leopoldina aparece em destaque, na terceira posição, com o total de 20 pontos conquistados também depois de oito partidas, os dois times têm menos um jogo que os demais da Superliga.

Participar deste momento, como uma das atrações, é motivo de orgulho para o central Maurício Souza, do Vôlei Brasil Kirin, e campeão dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro com a seleção brasileira.

- É uma honra poder estar aqui em Belém, trazer um pouco do voleibol, de um jogo de alto nível nesta cidade. Poder divulgar a nossa modalidade nesta região, que nem sempre tem essa oportunidade, é uma alegria enorme - afirmou o central.

Pelo lado do Sesi-SP a animação é a mesma. Para o líbero Serginho, companheiro de Maurício na conquista do ouro olímpico, a oportunidade de expandir ainda mais o voleibol é louvável.

- Estar em Belém, uma cidade onde não tem o hábito de receber o voleibol, e poder mostrar um pouco mais do nosso esporte para essa população é fantástico. Vamos fazer o máximo dentro de quadra para dar um belo espetáculo para os torcedores daqui - garantiu o campeão olímpico.

Além dos dois campeões olímpicos, outros vários jogadores aparecem em destaque no cenário da modalidade e nesta Superliga. O Brasil Kirin tem o líbero Tiago Brendle, também jogador de seleção brasileira, o ponteiro Diogo, oitavo maior pontuador da Superliga, o experiente oposto Rivaldo, entre outros nomes conhecidos do vôlei brasileiro. O Sesi-SP ainda tem outros três campeões olímpicos: Bruninho, Lucão e Douglas, além do oposto Theo, o central Riad, entre outros.

Nos outros jogos da oitava rodada, já realizados, o Funvic Taubaté (SP) venceu o São Bernardo Vôlei (SP); o JF Vôlei (MG) bateu o Bento Vôlei/Isabela (RS); o Lebes/Gedore/Canoas (RS) derrotou o Copel Telecom Maringá (PR); e o Sada Cruzeiro (MG) levou a melhor sobre o Montes Claros Vôlei (MG), todos por 3 sets a 0. Já o Minas Tênis Clube (MG) precisou de cinco sets e venceu o Caramuru Vôlei/Castro (PR) por 3 a 2.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos