Guardiola admite que precisa vencer no City para permanecer no cargo

Pep Guardiola ainda não passou pelo desprazer de ser demitido desde que assumiu a função de treinador. Ele ganhou tudo pelo Barcelona e foi tricampeão nacional pelo Bayern de Munique. Em ambas as ocasiões, saiu após o fim do contrato, mesmo a contragosto dos clubes. Agora, está à frente do Manchester City, onde admitiu que precisa voltar a ter uma sequência de vitórias para seguir no cargo.

O início de temporada foi perfeito para Guardiola, com dez vitórias consecutivas, superando as expectativas de que poderia sofrer para colocar em prática seu estilo de jogo no Manchester City. No entanto, não conseguiu manter o alto nível e passou a ser contestado.

- Essa é a primeira vez na vida que não venço por tanto tempo. Talvez para melhorar e vencer algo tenhamos que passar por uma situação como essa - afirmou Guardiola.

O City está a três jogos sem vencer depois de perder por 4 a 2 para o Leicester, no último fim de semana. Antes, passou seis partidas de jejum, a maior da carreira. No momento, os Citizens estão em quarto lugar, a sete pontos do líder Chelsea.

- Tudo pode acontecer. Nossa posição depende de resultados. Eu não vou sair, eu penso que seremos melhores na próxima temporada, mas os resultados precisam melhorar. Você tem de vencer imediatamente, é o mesmo com todos os treinadores - disse:

- Você sabe o que ocorre em todas as grandes corporações e empresas do mundo. Se algo não funciona, você deve achar a solução. Eu nunca fui demitido, e sinto que as pessoas no clube confiam em mim, mas a realidade é que temos de vencer jogos - finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos