LANCE! mapeia as carências e soluções do Botafogo para 2017

Os problemas e as soluções do Botafogo estão cada vez mais claros para a próxima temporada. E cada vez mais perto de serem resolvidos - ou pelo menos parte deles. Terminado o Campeonato Brasileiro e com a certeza da continuidade de Jair Ventura no comando da equipe, as necessidades de reposição, ou não, são mapeadas pelo LANCE!.

Parecia que as coisas seriam ruins a partir do gol. A especulação em torno da, agora, confirmada saída de Sidão para o São Paulo fizeram ser urgente a necessidade de reposição. Gatito Fernández já assinou vínculo até 2018 e será o goleiro titular, pelo menos, até o retorno de Jefferson, que será, minimamente, em maio.

O grande drama à vista para o Glorioso é a lateral esquerda. Diogo Barbosa, que até vinha atuando no meio-campo, jogará no Cruzeiro; Victor Luís, titular nos últimos meses do ano, pertence ao Palmeiras e ainda não tem a permanência garantida em General Severiano.

Jean é opção da casa, mas não foi utilizado nem no Botafogo-PB, onde esteve emprestado em 2016. Na defesa, a manutenção ou não de Alemão indica outra possível negociação.

O meio-campo e o ataque, que chegaram a ser problemas críticos no primeiro semestre, devem começar a próxima temporada bem mais recheados, já que João Paulo está perto de ser contratado, Montillo pode se juntar a ele e a Camilo, atual camisa 10, e o centroavante Roger também será do Glorioso. O ano de 2016 foi o melhor da carreira do artilheiro.

O que pode acontecer de muito diferente é a chegada de outros jogadores para qualificar setores mais estáveis, como o dos volantes. A diretoria buscará também um segundo atacante, caso não consiga a já difícil permanência de Neilton, vinculado ao Cruzeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos