Presidente do Fla nega propostas por Jorge: 'Não tem absolutamente nada'

Um dos destaques do time do Flamengo, eleito até para a seleção do Brasileirão, Jorge já começa a ser cobiçado por times do exterior. Ciente que o lateral-esquerdo tem mercado, Eduardo Bandeira de Mello, presidente do clube, garante que ainda não tem propostas pelo jogador. Segundo o mandatário, a chegada do peruano Miguel Trauco para a posição não significa que Jorge está de saída.

- O Jorge é um jogador que tem mercado, está se destacando, foi eleito por vocês para a seleção do Campeonato Brasileiro. Mas não tem absolutamente nada. Nós queremos ficar com o Jorge. Não tem absolutamente nada sobre negociação do Jorge. Teremos dois jogadores para a mesma posição, porque a gente entende que precisa de um elenco qualificado e numeroso. Se a gente quer ter sucesso na Libertadores e nos campeonatos que a gente vai disputar em 2017, o ideal seria a gente manter o Jorge e trazer outro jogador. Ele tem contrato longo com o Flamengo. Foi formado nas divisões da base, está conosco desde criança - contou em participação no programa 'Seleção', do 'SporTV'.

Bandeira também disse que o Flamengo ainda está esperando o Maracanã para ser a sua casa a partir do ano que vem, principalmente na Libertadores. Segundo ele, o clube está preparado para assumir a gestão do estádio com a ajuda de parceiros.

- Existem duas possibilidades de o Maracanã ser gerido pelo Flamengo e seus parceiros, nós não estaríamos sozinhos nessa empreitada. Uma é haver uma nova licitação, esquece aquela de 2012 e vamos fazer uma nova licitação. E aí o Flamengo com o seu grupo entra e ganha a licitação. Essa é a preferida do Flamengo. Sempre com parceria com o Fluminense, se ele quiser, e ele quer. Essa é a preferida do Flamengo porque dá maior segurança jurídica. Ganha todo mundo em termos de transparência, mas se a opção for fazer simplesmente a transferência de controle da atual concessionária, da Odebrecht, para um novo grupo, o Flamengo também está habilitado, com esse mesmo grupo que está nos acompanhando - disse Bandeira, garantindo que com o Fla administrando o Maraca, o governo não vai precisar colocar mais dinheiro no estádio.

- Se isso acontecer, acho que vai ser bom para todo mundo, mas principalmente para o contribuinte do Estado do Rio, que tem sofrido tanto, porque a gente garante que nunca mais o Governo do Estado vai ter que colocar um centavo, nem em manutenção, nem em operação - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos