Prefeitura do Rio cancela processo de licitação do Parque Olímpico

A Prefeitura do Rio de Janeiro cancelou o o processo de licitação do Parque Olímpico, localizado no bairro da Tijuca. A Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas (Secpar) rejeitou a garantia de proposta da Saneiro, única empresa interessada.

Em nota oficial, a Secpar anuncia que "a garantia de proposta apresentada em 12 de dezembro de 2016 não se enquadra nas exigências do subitem 16.1 do Edital. Como a empresa foi a única participante, a Comissão de Licitação da secretaria declarou o processo cancelado. A concorrente tem cinco dias úteis para entrar com recurso".

A Saneiro demonstrou interesse no Parque Olímpico no dia 30 de novembro, porém não apresentou a garantia da proposta e recebeu mais oito dias úteis para fazê-lo. Caso aprovado, a proposta seguiria para a análise do plano de negócios e a habilitação técnica.

A aprovação da empresa, no entanto, não garantiria à empresa a licitação do Parque Olímpico já que o futuro prefeito da cidade carioca, Marcelo Crivella, deixou claro que cancelará o processo. Ele acredita que seja mais vantajoso desmembrar o processo.

Dessa forma, seria um para a desmontagem da Arena do Futuro, para a construção de quatro escolas, e do Estádio Aquático, que será dividido em dois, indo para Salvador e Manaus. Após, seria aberto um segundo processo para a concessão do uso das três Arenas Cariocas, do Velódromo e do Centro de Tênis.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos