Peixe ouve pedidos e arma estratégia por Cazares e Marcos Guilherme

Como revelado pelo LANCE!, a diretoria do Santos quer aproveitar a viagem ao Paraguai nesta semana para encontrar dirigentes de Atlético-MG e Atlético-PR e viabilizar as contratações de Cazares e Marcos Guilherme para a Libertadores. Antes do embarque, o Peixe já se movimenta para definir a melhor estratégia em cada um dos casos.

Inicialmente, a ideia era contratar Cazares por empréstimo, mas o presidente Modesto Roma Júnior ouviu dos representantes do jogador que o Galo não aceita as condições. A única saída para concretizar a negociação seria comprar os direitos econômicos.

Interessado no equatoriano de 24 anos, que agrada ao técnico Dorival Júnior, o Santos já busca alternativas para convencer diretamente Daniel Nepomuceno a liberar o jogador por uma quantia inferior aos 4 milhões de euros (cerca de R$ 14,6 milhões) pedidos. Vale lembrar que o Peixe já desembolsou R$ 7,3 mi ao Hamburgo por 60% do zagueiro Cleber.

Já em relação ao meia Marcos Guilherme, o Santos havia oferecido o atacante Thiago Ribeiro em troca, aceitando inclusive arcar com metade dos vencimentos de R$ 300 mil mensais. O Furacão recusou, mas nem por isso o Peixe desistirá do jovem de 21 anos.

Na presença do dirigente Mário Celso Petraglia, Modesto Roma já tem mais dois nomes a oferecer: os meias Rafael Longuine, reserva de Dorival Júnior, e Serginho, que retorna de empréstimo ao Vitória.

O clube conta com o desejo do jovem atleticano de se transferir à Vila Belmiro. Marcos Guilherme terminou a temporada em baixa na Arena da Baixada e vê com bons olhos defender o Santos.

A ideia da diretoria santista é retornar ao Brasil já com as duas contratações ao menos bem encaminhadas. Resta ao torcedor esperar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos