Henry critica exigências de Özil e Sánchez: 'Fazendo o clube de refém'

Um dos maiores ídolos da história do Arsenal, Henry criticou a postura dos principais astros do atual time dos Gunners: Özil e Sánchez. Para o ex-atacante, a dupla precisaria marcar um hat-trick em todos os jogos para justificar valores pedido por ela para renovar com a equipe londrina.

Além de cobrar ótimo rendimento pelos altos números exigidos, Henry afirmou que Özil e Sánchez estão "fazendo o clube de refém".

- No momento estão fazendo o clube de refém. São fantásticos, mas se lhes pagarem esse salário, quero que marquem um hat-trick todas as semanas, mesmo que nem sequer joguem - disse Henry, que continuou:

- São dois jogadores vitais para o futuro do clube e precisam renovar. Mas a que custo? Não sei se (Arsène) Wenger está disposto a pagar esses números. Mas se não renovarem, quem vai substituí-los? Qual é o futuro do clube? - questionou.

De acordo com a imprensa inglesa, o alemão e o chileno exigem um salário na casa dos 350 mil euros semanais, usando um interesse oriundo da China e um possível regresso de Özil ao Real Madrid como incentivo para que o Arsenal aceite suas exigências.

No último domingo, mesmo com a dupla de craques em campo, o Arsenal foi derrotado para o Manchester City, por 2 a 1, pelo Campeonato Inglês.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos