Palmeiras prepara anúncio de Keno antes de buscar reforços de peso

Após o anúncio dos meias Raphael Veiga e Hyoran, resta, por enquanto, mais um reforço a ser confirmado no Palmeiras: o atacante Keno, do Santa Cruz. O jogador de 27 anos já está em São Paulo para realizar exames e finalizar os detalhes burocráticos do seu contrato de quatro anos.

Autor de dez gols no Brasileiro, ele foi um dos que se salvaram na fraca campanha do time pernambucano. Sua contratação chegou a ser disputada pelo Santos, mas o atual campeão nacional ganhou a briga. Após os três primeiros, a expectativa é de que o Verdão avance por nomes de mais impacto no mercado.

Para o meio-campo, Alejandro Guerra, do Atlético Nacional (COL), e Gustavo Scarpa, do Fluminense, são os dois que mais agradam à diretoria. No caso do venezuelano, a confiança pelo acerto já foi maior, mas as negociações devem retomar agora com o fim do Mundial de Clubes.

A parte financeira não é um problema para o Verdão, que está disposto a pagar pelo venezuelano de 31 anos 3 milhões de dólares (R$ 10 milhões). O Santos, outro com interesse no armador, está atrás por considerar o valor alto. O problema é que clubes do México e Estados Unidos já mostraram ter a intenção de gastar até mais do que o oferecido pelo Palmeiras.

Já Scarpa ganhou força recentemente depois de sua renovação até 2021 travar. O Verdão, já interessado no atleta, informou que está disposto a pagar um salário superior ao que ele recebe hoje, além de apresentar um projeto sólido, que inclui a disputa da Libertadores do próximo ano e a montagem de um elenco forte. O time tricolor ainda confia em sua permanência, apesar da proposta sedutora do campeão brasileiro.

No ataque, Pratto é um sonho do clube e da dona da Crefisa, Leila Pereira, que teve um novo atrito com Paulo Nobre - a contratação poderia ser bancada pela parceira, isto até o novo problema. O Atlético-MG pede algo entre 10 milhões de euros (R$ 35 milhões) e 15 milhões de euros (R$ 53 milhões) para liberá-lo. Além disso, o Galo prefere vendê-lo para o exterior.

Borja, do Atlético Nacional, é um sonho distante - na primeira consulta o Verdão ouviu que precisaria desembolsar mais de R$ 70 milhões. Por conta disso, nem chegou a fazer uma oferta pelo atacante de 23 anos, enquanto Alario, atacante do River (ARG), foi oferecido e as condições de negócio não agradaram.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos