Cobiçado, Marinho espera definir situação contratual até o fim do ano

  • GIULIANO GOMES/ESTADÃO CONTEÚDO

    Marinho foi destaque do Vitória no Campeonato Brasileiro

    Marinho foi destaque do Vitória no Campeonato Brasileiro

Depois de se destacar no Campeonato Brasileiro pelo Vitória, Marinho tem sido cobiçado por grandes equipes do Brasil. Apesar de ter contrato com o clube baiano até 2018, o atacante não assegura sua permanência no ano que vem e diz que tudo será resolvido pelo seu empresário.

"Tem várias equipes tentando me contratar, tem Flamengo, tem Santos, Botafogo, Grêmio. São grandes equipes, e quem é que não gostaria de jogar nessas equipes? Mas, como eu falei, estou curtindo minhas férias e o que tiver que ser vai ser. Ele (empresário) vai chegar e propor alguma situação. O que for bom para mim e para o Vitória, a gente vai estudar e vai resolver", disse em entrevista ao Seleção SporTV, nesta quarta-feira.

O atacante, no entanto, espera ter definições ainda neste mês. Segundo ele, o início de 2017 tem de ser tranquilo para que possa focar somente no seu trabalho dentro de campo.

"Eu falei para ele (empresário) que até o final de dezembro quero ter alguma situação definida, não quero entrar em 2017 com alguma dúvida, quero que as coisas sejam resolvidas", explicou.

Com o atleta na mira de Flamengo, Santos e Botafogo, a nova diretoria do Vitória, eleita na última segunda-feira, promete não facilitar as negociações. Segundo o diretor de futebol Sinval Vieira, o atleta só sai com o pagamento da multa rescisória no valor de 5 milhões de euros (aproximadamente R$ 17,5 milhões).

"Tenho dito que o futebol da Bahia não tem ídolos. Marinho é um ídolo. Se depender dele, ele não sai do Vitória. Estive hoje à tarde no Vitória e perguntei se tinha algo oficial. O que tem é muito empresário especulando, dizendo que está falando por um clube. Não sei se é verdade. É normal ter especuladores. Minha opinião, que passei a todos e todos concordam, é que Marinho só sai se pagarem a cláusula. Aí independe da nossa vontade", disse o dirigente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos