Grêmio aumentará folha salarial e abre espaço para 'grande reforço' em 2017

  • Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Após conquistar o pentacampeonato da Copa do Brasil em 2016, o Grêmio tem como objetivo conquistar o tri da Libertadores em 2017. Para isso, o Tricolor gaúcho já projeta aumentar a folha salarial mensal, que foi de R$ 6 milhões em 2016, para R$ 7 milhões no ano que vem, graças ao orçamento - que passará a ser de R$ 260 milhões.

Com esse acréscimo de R$ 1 milhão na folha salarial, o diretor de futebol do clube, Odorico Roman, garante que daria para contratar um grande jogador.

"Se pensarmos em um grande reforço, ele pode se enquadrar nestes valores sem a necessidade de dispensar outros atletas. Porém, como o disse o presidente, um grande reforço só será contratado se negociarmos algum atleta. Nosso orçamento para o ano de 2017 prevê algo em torno de R$ 260 milhões", disse Roman à Rádio Gaúcha.

A diretoria do clube gaúcho planeja adicionar ao elenco, de três a cinco atletas, tendo atacante como prioridade. Porém, a escassez de ofertas no mercado nacional, faz com que o Grêmio olhe para outros mercados.

"Estamos analisando de forma muito cuidadosa o mercado da América do Sul, onde existem bons jogadores", disse.

Odorico é apontado como favorito para ser o novo vice-presidente de futebol do clube, no lugar de Adalberto Preis.

Quer receber notícias do Grêmio de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos