Giovane dos Santos dedica quarto lugar à Chapecoense

Mesmo sem conquistar o inédito pódio da São Silvestre, o mineiro Giovani dos Santos mostrou-se muito satisfeito com o quarto lugar adquirido na manhã deste quente e úmido sábado. Repetindo o seu melhor resultado na prova pela terceira vez, o brasileiro dedicou o feito às vítimas do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense.

- O quarto lugar foi uma conquista. Quero dedicar para a Chapecoense. Não torcia para time algum, mas agora vou torcer para eles. Espero que todos estejam lá em cima, com Deus, e nos deem mais vitórias.

Giovani chegou a liderar a competição, porém não suportou o alto ritmo dos africanos no trecho final da prova, a temida subida da Av. Brigadeiro Luis Antonio. O quarto lugar encerra uma temporada vitoriosa, com as conquistas da Meia Maratona do Rio e da Volta da Pampulha (Belo Horizonte).

- Vou comemorar o ano novo com muito alegria. Foi uma temporada especial. Briguei até o final, como sempre, liderei bastante a prova. Em momento nenhum fiquei atrás. Procurei fazer o meu melhor, mas infelizmente eles estavam mais fortes do que eu - comentou.

Aos 35 anos, o mineiro não perde o bom humor e não quer se despedir deste ano com tanta pressa.

- Fiz um ótimo trabalho em 2016. Acho que quanto mais velho, melhor eu fico - brincou.

O atleta ainda aproveitou a entrevista coletiva para deixar um recado aos africanos.

- Que os etíopes e os quenianos tenham um bom Ano Novo, uma boa comemoração, mas podem voltar no ano que vem, para eu ganhar de vocês.

Giovani dos Santos não participou da Rio-2016 devido a um estiramento na coxa. A lesão ocorreu durante o Troféu Brasil de Atletismo, em agosto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos