Dele Alli brilha, Tottenham vence e evita marca histórica do Chelsea

Dele Alli mostrou por qual motivo é um dos jovens mais valorizados do futebol mundial. Ele marcou dois gols e ajudou o Tottenham a vencer o dérbi londrino diante do Chelsea por 2 a 0. De quebra, evitou que os Blues chegassem à 14ª vitória seguida no Campeonato Inglês, o que seria um recorde no novo formato da competição, criada em 1990.

No White Hart Lane, o Tottenham mostrou que é uma pedra no sapato do Chelsea, que não vence no Norte de Londres desde 2012. Nesta quarta-feira, os Blues não foram sombra do que vêm mostrando ao longo da temporada. Já os Spurs chegam ao sexto triunfo seguido em casa.

A vitória coloca o Tottenham na terceira colocação, com 42 pontos, levando vantagem nos critérios de desempate sobre o Manchester City. O Chelsea segue líder isolado da Premier League, com 49 pontos, cinco a mais que o vice Liverpool.

O técnico Mauricio Pochettino entrou em campo com tática semelhante à do Chelsea, para tentar brecar as jogadas ofensivas do rival. E o esquema do argentino deu resultado. Os Spurs mantiveram a bola e conseguiam trocar passes com perigo. Apesar disso, a primeira chance foi dos Blues, quando Hazard apareceu cara a cara com Lloris, após bobeada de Vertonghen, e mandou para fora.

O Tottenham seguia levando vantagem e deixava o Chelsea acuado. Controlava as ações ofensivas, mas tinha dificuldade para finalizar. Wanyama e Eriksen arremataram de longa distância, mas mandaram para fora. Quando o chute foi no gol, o Tottenham parou em Courtois. Em cobrança de falta pela direita, Dyer cabeceou e o goleiro fez boa defesa.

Mas Courtois nada pôde fazer no último lance do primeiro tempo. Em excelente cruzamento de Eriksen, Dele Alli, que andava sumido, apareceu como centroavante para testar para o fundo das redes.

O Chelsea voltou para o segundo tempo em cima do Tottenham. Antes dos três minutos, a equipe já havia chegado com muito perigo em duas oportunidades, com Diego Costa - que Lloris pegou - e Hazard, que cabeceou para fora.

O Tottenham não demorou para voltar a ter o controle do jogo. E em lance semelhante ao do primeiro gol, a equipe ampliou. Em novo cruzamento de Eriksen, Dele Alli se movimentou bem e, entre Azpilicueta e Moses, cabeceou bem no canto esquerdo de Courtois. Foi o décimo gol do jovem meia na Premier League.

Antonio Conte tentou colocar o Chelsea à frente e lançou Willian no lugar do ala esquerdo Marcos Alonso, com Pedro passando à função. Fàbregas também foi a campo, para dar mais qualidade no passe, na vaga de Kanté. Na última mudança, o técnico italiano lançou Batshuayi e tirou Moses. Mas a disciplina tática do Tottenham prevaleceu e fechou os espaços na defesa, evitando que os Blues criassem lances de perigo, apesar da pressão.

Por outro lado, Pochettino tirou o grande nome do jogo - Dele Alli - para ele ser aplaudido de pé pela torcida, que lotou o White Hart Lane. E, mais uma vez, o Tottenham segurou o Chelsea, que perdeu a série invicta na Premier League.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos