Falcão quer o bicampeonato do Reis do Drible

Rei do futsal e ídolo de crianças e adultos amantes do esporte, o craque Falcão entra em quadra neste domingo para garantir que o troféu de campeão do Reis do Drible siga nas mãos dos brasileiros. Após a vitória na edição inaugural, o jogador da Seleção brasileira de futsal e do Sorocaba será o responsável por liderar novamente os Reis do Brasil. A competição acontecerá no Ginásio Poliesportivo de São Bernardo do Campo (SP), a partir das 10h, com transmissão da TV Globo.

Ao lado de Falcão estarão Nenê, jogador do Vasco, o lateral-direito Léo Moura, do Santa Cruz, Adonias Fonseca, do futebol freestyle, e o goleiro do Sorocaba Futsal e da seleção brasileira, Tiago de Melo.

- Sempre gosto de jogar para ganhar. Tenho certeza que meus companheiros de equipe também pensam assim. Mas, além de vencer, a ideia é dar um show para o público, porque aí fica bem melhor. Independente do resultado final, o importante são os dribles e o futebol arte estarem presentes, o que é mais bonito no nosso esporte - afirma o jogador do Sorocaba.

Para garantir o bicampeonato do Reis do Drible, Falcão e Cia terão pela frente um time de estrangeiros que promete dar muito trabalho. Além do francês Séan Garnier, estrela mundial do futebol freestyle e único dos Reis do Mundo que já competiu, estarão em quadra o argentino Jesús Datolo, o brasileiro naturalizado azerbaidjano, Fineo Araújo, o craque da seleção colombiana, Angellot Caro, e o goleiro e capitão da seleção argentina, Santiago Elias.

- Nossa expectativa é a melhor possível. A primeira edição foi um sucesso. Todos que participaram no Rio de Janeiro se divertiram e a repercussão foi muito boa. Tenho certeza de que neste domingo, em São Bernardo do Campo, será da mesma forma, ou quem sabe até melhor. Todos já entenderam como funciona o jogo a partir do que viram na edição de estreia. Por isso, tem tudo para ser um grande evento - comenta Falcão.

O Reis do Drible será mais uma vez realizado em uma quadra especialmente desenhada e com regras adaptadas para facilitar a apresentação dos dribles. O formato é o 4 x 4, com três jogadores na linha e um goleiro, que não pode sair da área e nem receber recuos de bola (sendo considerado falta), em dois tempos de 10 minutos com cronômetro parado. O evento unirá as características do futsal, com futebol de campo e o futebol freestyle.

Alguns dribles tradicionais, como caneta, meia-lua e chapéu, por exemplo, valerão o dobro de pontos em relação a um gol, novidade desta edição. Haverá ainda os desafios individuais, em que um atleta escolhe um adversário para o drible homem contra homem. As faltas, caso aconteçam, serão cobradas sempre no estilo shoot out, ou seja, o jogador irá de encontro ao goleiro adversário com o objetivo de driblá-lo para fazer o gol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos