Guerra diz que proposta do Palmeiras foi 'mais séria' que a do Santos

Melhor jogador da última Libertadores, Alejandro Guerra foi motivo de mais uma disputa envolvendo Palmeiras e Santos. No fim, o Verdão acabou levando a melhor e acertou um contrato de três anos com o meia venezuelano por apresentar uma "proposta mais séria".

- Sim, teve uma conversa (com o Santos), Jonathan (Copete, ex-companheiro de Atlético Nacional) falou do interesse, mas não me reuni com eles. Falei por telefone e disseram que queriam. Eu avisei para falar com meu representante e com o clube, mas as negociações não saíram como esperávamos, e aí chegou o Palmeiras com uma proposta mais séria - disse o meia, à rádio Caracol.

O Verdão desembolsou cerca de R$ 10 milhões pelo jogador de 31 anos de idade, um dos seis reforços já anunciados para 2017. Depois de três anos no Atlético Nacional (COL) e o título da Libertadores, o agora palmeirense se considera pronto para um novo desafio.

- Foi difícil (a decisão), porque tenho carinho pelo povo, pela cidade, por meus companheiros, comissão técnica. Foi difícil decidir, mas é o momento de dar um passo além e provar novos desafios e sinto que estou preparado para este passo. Tive muita alegria no Atlético Nacional, um clube que me fez ter nome na América do Sul, mas agora vou a um clube grande do Brasil, e espero fazer o melhor - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos