Líder da Superliga, Rexona-Sesc enfrenta o Fluminense

Após terminar o primeiro turno da Superliga na liderança, com 31 pontos conquistados, com 10 vitórias em 11 jogos, o Rexona-Sesc inicia o segundo turno da competição enfrentando o Fluminense, na próxima segunda-feira, às 19h30, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. A equipe do técnico Bernardinho volta a disputar uma partida em casa após um mês atuando na casa dos adversários.

Fora das últimas três rodadas por conta de um problema de saúde, Carol volta a reforçar a equipe e espera poder ajudar o time dentro de quadra.

- Eu tive uma infecção urinária que acabou indo para o rim. Mas graças a Deus fui rapidamente medicada e a infecção foi controlada. Tivemos uma folga que deu para dar uma respirada, pensar no que podemos melhorar e pude voltar 100%. O grupo todo voltou muito bem, todo mundo se cuidou, a comissão ficou satisfeita. Então agora espero poder ajudar a equipe dentro de quadra - afirmou a meio de rede.

Além de pensar nos adversários, Carol considera importante que cada atleta consiga evoluir individualmente para que assim, o grupo evolua.

- O Bernardo nos faz pensar o tempo todo em que podemos evoluir, dar um gás a mais e sermos melhores. E isso agrega muito, porque cada uma evoluindo um pouquinho ajuda muito ao grupo, ao coletivo. Então agora é pensar na frente, jogo a jogo. Vai ser uma partida difícil, o Fluminense é uma equipe entrosada. Vamos estudá-las, traçar uma tática e tentar colocar em prática o que estamos treinando. Queremos começar 2017 com o pé direito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos