Rui Costa fala sobre desafio da Chape: 'Tinha quatro jogadores'

O diretor-executivo da Chapecoense, Rui Costa, não mediu palavras ao falar sobre o desafio de reerguer o clube visando a temporada de 2017. Em entrevista ao programa "Bate-Bola", da ESPN Brasil, o dirigente revelou que enfrenta o cenário mais desafiador de sua trajetória, por ser uma remontagem dentro e fora de campo:

- É um cenário difícil, totalmente diferente que já enfrentei. Já passei por clubes que precisavam contratar cinco, ou necessidade de redução de custos. Nós tivemos que remontar praticamente uma equipe inteira. Além disto, perdemos profissionais de apoio, o Centro de Inteligência do futebol. Quem partiu tinha conhecimento de dados ligados ao clube. O desafio é muito grande.

Rui Costa afirmou que o clube vem trabalhando em várias frentes de trabalho para conseguir uma reconstrução rápida:

- Nós temos várias frentes de trabalhos. Não quero exagerar, mas temos trabalho de 18 a 19 horas, com feitura de contratos, exames... Ontem, tinha fila para fazer exames médicos, porque são 14, 15 atletas novos, em um clube que tá se reestruturando.

O dirigente garantiu que o grupo ainda não está fechado. E ainda detalhou um momento simbólico de como a reapresentação foi marcada pela união:

- Quando o Neto entrou no espaço, todos os atletas, sem combinar, diminuíram o passo, para ele fazer parte. Isto mostra o que vai caracterizar esse grupo neste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos