Diretor vê "brincadeira" em assédio do Santos e garante Robinho no Galo

Presente na apresentação do técnico Roger Machado, nesta tarde de sábado, o diretor de futebol do Atlético-MG, Eduardo Maluf, comentou brevemente sobre alguns assuntos na Cidade do Galo. Questionado sobre o desejo do Santos em voltar a contar com o atacante Robinho, Maluf disse considerar o interesse do Peixe como brincadeira e alegou que o jogador só deixará o clube se pagarem a multa rescisória, hoje avaliada em R$100 milhões para clubes brasileiros.

- O presidente do Santos tem uma ligação de amizade muito grande com o Daniel. Não quero abalar essa amizade. Mas ele está brincando. Todo dia ele fala de um jogador do Atlético - falou o diretor.

Apesar de reconhecer que nenhum jogador do atual plantel é insubstituível, Maluf afirmou que para tirar Robinho do Atlético, o Santos terá que pagar a multa rescisória do jogador, que tem contrato com o Galo até o final do ano.

- Se o Santos quer jogador do Atlético, vem aqui e faz proposta. Falaram de Cazares, Clayton e Robinho, que foi nosso artilheiro. Ele está brincando, se fosse sério, iria fazer a proposta. Se pagar a multa do Robinho, vai levar. Se não pagar, não leva - acrescentou.

Neste sábado, Robinho esteve presente no primeiro dia de treinamento dos principais jogadores do Atlético. No domingo, os atletas da categoria sub-20 e alguns reservas, que já estavam treinando, embarcam para os Estados Unidos, para disputar a Florida Cup. O camisa 7 e restante dos titulares permanece em Minas e realizam a pré-temporada sob o comando de Roger Machado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos