Auxiliar Marcão deixa a comissão técnica permanente do Fluminense

  • NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

Marcão não faz mais parte da comissão técnica permanente do Fluminense. O clube oficializou nesta segunda-feira o desligamento do auxiliar técnico. O ex-volante ocupava o cargo desde julho de 2013. Além de Marcão, os preparadores Flávio Vignoli e Jefferson Souza também deixam o Fluminense.

Em 2016, Marcão acabou assumindo interinamente o comando da equipe em duas oportunidades. No Carioca, após a saída de Eduardo Baptista, o auxiliar conseguiu duas vitórias em dois jogos antes da chegada de Levir Culpi. Já no fim do Brasileirão, o ex-volante não conseguiu uma boa sequência após a demissão de Levir, comandando o clube em duas derrotas e dois empates.

O clube das Laranjeiras agradece a dedicação e comprometimento dos profissionais no período que no Fluminense e deseja sorte na carreira.

BRAÇO DIREITO DE ALEXANDRE TORRES NA ÁREA

Também nesta segunda-feira, o Fluminense confirmou a chegada de um outro profissional: Marco Salgado, também conhecido como Marcão. Ele chega para ocupar o cargo de assistente técnico, sendo uma espécie de braço direito de Alexandre Torres, gerente de futebol do clube.

Ex-jogador, Marcão foi revelado no Fluminense, vestindo a camisa tricolor entre 1984 e 1988. Atacante, fez nove gols em 21 partidas pelo clube. Além disso, o assistente técnico já trabalhou com o treinador Abel Braga no Internacional.

Quer receber notícias do Fluminense de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos