Brasília, Vitória e Paulistano vencem e seguem no G-4

O primeiro sábado do NBB em 2017 foi de arrepiar. Tiveram clássicos, vitórias emocionantes e o famoso sobe e desce na tabela de classificação. Depois dos cinco jogos no último 07 de janeiro, UniCEUB/BRBCARD/Brasília, Universo/Vitória e Paulistano/Corpore se firmaram no G-4 junto do líder Flamengo.

Vice-líder, Brasília segue caça ao Flamengo

Vice-líder da competição, o UniCEUB/BRBCARD/Brasília iniciou o ano com o pé direito. No último sábado, o tricampeão da competição recebeu o Minas Tênis Clube, no Ginásio da ASCEB, e, em uma atuação dominante, comandou o confronto a partir do segundo quarto e garantiu sua nona vitória na competição, por 92 a 79, se mantendo na cola do líder Flamengo.

Sempre ditando o ritmo do ataque candango, Fúlvio, mais uma vez, foi um dos grandes destaques do confronto. Além dos 14 pontos anotados, o armador do Brasília pegou três rebotes, recuperou três bolas e manteve as armas ofensivas de seu time sempre munidas, com seis assistências distribuídas.

O Brasília também contou com boas atuações do ala Pilar, que terminou como cestinha da partida, com 17 pontos, e o pivô Lucas Mariano, com 15 pontos anotados e quatro rebotes conquistados.

Na estreia do técnico Luiz Fernando Leão, o Minas fez tudo o que podia, mas não conseguiu chegar à vitória. Destaque para a atuação de Maynard, autor de 13 pontos e seis rebotes; Mosso, que também anotou 13 tentos; e Scott Rodgers, dono de 11 pontos, quatro sobras e cinco assistências.

Vitória ganha clássico do Nordeste pela 1ª vez e segue em 3º

O clássico nordestino é do Universo/Vitória pela primeira vez na história. Na noite do último sábado, o rubro-negro baiano conquistou um resultado marcante ao superar o rival regional Solar Cearense, em pleno Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE), pelo placar de 82 a 77, e conquistar o inédito triunfo no dérbi dos únicos representantes do Nordeste no NBB.

Para sair de quadra como triunfo no dérbi, o Vitória contou com expressivas atuações do norte-americano Kenny Dawkins, responsável por 21 pontos, sendo nove deles no último quarto, seis assistências e cinco rebotes, e do ala Arthur Belchor, que registrou 18 pontos, além de cinco assistências e quatro rebotes.

Em Sorocaba, Paulistano vence e retorna ao G-4

O Paulistano/Corpore está de volta ao G-4. Depois de abrir 2017 perdendo para o Vasco da Gama, a equipe da capital paulista teve seis atletas anotando dígitos duplos na pontuação e se reabilitou no torneio ao bater a LSB/Uniso, em Sorocaba (SP), pelo placar de 92 a 71, o que o levou diretamente à quarta colocação do maior campeonato do país.

Com 16 pontos vindo do banco, Lucas Dias, enfim, desencantou e foi o cestinha da partida, cravando seu recorde pessoal. Já o garoto Yago Matheus, de 17 anos, fez 13 pontos e estabeleceu sua maior marca no NBB. Além disso, deu quatro assistências, pegou quatro rebotes e somou 13 de eficiência, todos recordes.

Outros quatro atletas somaram dez pontos ou mais pelo Paulistano. Com 14, sendo 11 deles no terceiro quarto, o ala Eddy foi um dos que se sobressaiu, assim como o ala/pivô argentino Daniel Hure, que saiu do banco e fez 12 pontos, além do armador Arthur Pecos e o pivô Guilherme Hubner, ex-LSB, ambos com dez pontos.

Bauru vence Franca com tranquilidade

A tarde do último sábado foi de alegria pura para o Gocil/Bauru Basket. Atuando em casa, no Ginásio Panela de Pressão, os atuais vice-campeões contaram com grandes atuações de Alex, Jefferson e Hettsheimeir e venceram o clássico do interior paulista contra o Franca Basquete, com tranquilidade, pelo placar de 89 a 69.

Foram quase dois meses longe das quadras, mas isso não foi problema para Alex Garcia retornar em grande estilo. Completamente recuperado da lesão no dorso do pé direito, o Brabo teve ótima atuação e registrou um duplo-duplo de 13 pontos e 12 assistências, fundamental para a larga vitória bauruense.

Bauru chegou ao sétimo triunfo em 12 partidas disputadas (58,3% de aproveitamento) e agora divide a quarta colocação com Campo Mourão e o E. C. Pinheiros. Por sua vez, Franca conheceu sua sexta derrota também em 12 jogos (50% de aproveitamento) e caiu para a décima posição.

No Ginásio Vasco da Gama, Caxias vence xará

Depois de três derrotas consecutivas, o torcedor do Banrisul/Caxias do Sul pode voltar a comemorar. O time gaúcho recebeu o Vasco, no Ginásio Vasco da Gama, e provou para o time carioca de quem é a casa. Em duelo muito equilibrado, os comandados de Rodrigo Barbosa foram superior no segundo tempo e bateram o cruzmaltino, por 78 a 73, encerrando seu jejum de vitórias.

Após vencer sua primeira partida no NBB CAIXA 16/17, diante do Macaé Basquete, o Caxias foi derrotado em seus últimos três jogos, contra Paulistano/Corpore, LSB/Uniso e Flamengo. Para alegria de seu torcedor, o jejum acabou com a vitória gaúcha em cima dos vascaínos. Mesmo com o bom resultado, a equipe não saiu da última colocação da competição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos