Camisa 9, titular e chimarrão: a situação de Kayke, reforço do Peixe

A última impressão do atacante Kayke, quinto reforço do Santos para 2017, é de sua passagem pelo Flamengo, em 2015, quando oscilou entre titular e reserva e anotou seis gols em 16 partidas. Em sua última temporada, pelo Yokohama Marinos, o desempenho foi um pouco parecido.

Mas diferentemente do que aconteceu no Rio de Janeiro, Kayke tinha vaga garantida no time japonês e usava a camisa 9. Além de ter anotado oito gols em 30 partidas, por Campeonato Japonês, Copa do Japão e Copa do Imperador, atuou como uma espécie de pivô, saindo da área para participar de triangulações no ataque.

No retorno ao Brasil, já neste ano, foi recebido com certo tumulto no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, tanto pela imprensa como por alguns torcedores do Grêmio. Na recepção, chegou a experimentar chimarrão, bebida típica dos gaúchos. A contratação erada dada como certa pelo Tricolor.

Porém, não houve acordo entre gaúchos e japoneses quando Kayke já estava pronto para realizar exames médicos. Por conta disso, o Grêmio ainda busca um centroavante e tem interesse em Rodrigão, do próprio Peixe.

Aos 28 anos, o atacante revelado no Flamengo em 2006 conta com passagens por Brasiliense, Vila Nova, Macaé, Venda Nova, Paraná, Atlético-GO, além de clubes da Suécia, Noruega, Dinamarca e Portugal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos