Jon Jones volta a defender Ronda Rousey: 'Ainda vence 90% da divisão'

Um dos únicos astros do UFC que saíram em defesa de Ronda Rousey após a derrota da americana para Amanda Nunes no UFC 207, no último dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), Jon Jones tem alguns argumentos para acreditar que a estrela da organização deve voltar a lutar MMA.

Em meio a incerteza sobre o futuro de Rousey no MMA, o ex-campeão dos meio-pesados do UFC disse acreditar que a americana ainda é capaz de fazer bonito contra a maioria das atletas de sua divisão.

- Não concordo quando dizem que a Ronda é superestimada. Acontece que esse é um esporte dinâmico e as pessoas perceberam que ela não é tão boa em pé quanto no solo, mas acho que ela ainda vence 90% da divisão. Talvez ela não tenha mais aquela aura de invencível que as pessoas colocaram nela antes de ser derrotada, mas realmente acredito que ela pode reconquistar o cinturão e bater as suas adversárias a qualquer momento - comentou o lutador.

Jon Jones segue suspenso pela Usada (Agência Antidoping dos Estados Unidos) após flagra no doping e só será liberado para voltar ao octógono do UFC a partir de julho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos