Seleção de judô faz primeira convocação

A gestão de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô convocou 18 atletas para o primeiro Treinamento de Campo Nacional de 2017, que acontecerá de 22 a 28 de janeiro, em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. Para essa atividade, que marca o início do novo ciclo olímpico para Tóquio-2020, foram chamados, entre outros, atletas que lutaram os Jogos Rio-2016, como os medalhistas Rafaela Silva, ouro no Rio, Mayra Aguiar e Rafael "Baby" Silva, ambos medalhistas de bronze. Além deles, os 27 classificados para a seleção pela seletiva que acontece no dia 14 de janeiro, em Osasco, também integrarão o grupo em Pinda.

- Esse treinamento concretiza o início do nosso trabalho em 2017 já visando ao Mundial de Budapeste e, a longo prazo, os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Será um treino importante para começarmos a trabalhar com as novas regras e também para conhecermos os novos integrantes da seleção que passarão pela seletiva do dia 14 - comentou Ney Wilson, gestor de Alto Rendimento da CBJ.

Para compor a seleção feminina foram convocadas as judocas Nathália Brígida (48kg), Érika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Sarah Menezes (52kg), que se apresentará, pela primeira vez, em sua nova categoria desde que decidiu subir do peso-ligeiro (48kg) para o meio-leve (52kg).

A equipe masculina, por outro lado, será formada por Felipe Kitadai (60kg), Eric Takabatake (60kg), Victor Penalber (81kg), Leandro Guilheiro (81kg), Tiago Camilo (90kg), Eduardo Bettoni (90kg), Luciano Corrêa (100kg), Rafael Buzacarini (100kg), Rafael Silva (+100kg) e David Moura (+100kg).

Novas regras

Além dos treinamentos técnicos e físicos, a comissão técnica pretende começar a preparar os atletas para as mudanças implantadas pela Federação Internacional de Judô em novembro do ano passado. As primeiras competições internacionais começam em fevereiro com as disputas dos Abertos Europeus de Odivelas (Portugal), Sófia (Bulgária), Roma (Itália) e Oberwart (Áustria), além do Grand Slam de Paris e do Grand Prix de Dusseldorf, todos com as adapatações já em validade.

- Pretendemos levar dois dos nossos árbitros FIJ A que participaram do Seminário de Arbitragem em Baku para participarem do treinamento e poderem passar aos atletas e técnicos os detalhes da nova regra - explicou Ney Wilson.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos