Real Madrid defende Sergio Ramos após polêmica com torcida do Sevilla

O clima entre o zagueiro Sergio Ramos, do Real Madrid, e o Sevilla está longe de ser bom. Após o empate por 3 a 3 entre as equipes, o camisa 4 provocou os torcedores de seu ex-clube, gerando grande polêmica na Espanha. Os dirigentes sevillistas pediram à Real Federação Espanhola uma punição a ele, enquanto os madrilenhos logo defenderam seu atleta.

Após a partida, Ramos afirmou que fez os gestos para uma parte da torcida que estava xingando ele, que seriam membros de uma organizada. Ele ainda pediu desculpas para os outros que estavam no estádio.

As equipes voltam a se enfrentar neste domingo, novamente no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, pelo Campeonato Espanhol, às 17h45 (de Brasília).

Confira o comunicado na íntegra:

1. O Real Madrid quer expressar o seu apoio total e absoluto ao nosso capitão e da seleção espanhola, Sergio Ramos, cujo comportamento é e foi sempre exemplar durante todo o seu trajeto desportivo, que o levou a ser uma referência de valores para todos os torcedores de futebol e do esporte em geral.

2. O Real Madrid foi inflexível na hora de aplicar com firmeza absoluta a tolerância zero contra os violentos, sendo contundente na rejeição de quem, através da sua conduta, mancha gravemente a imagem que o futebol deve projetar. Este esporte deve ser um ponto de encontro e união e não um lugar para o insulto, lançamento de objetos ou qualquer manifestação de violência.

3. O Real Madrid mostrou sempre a sua disposição para colaborar com o resto dos clubes no sentido de erradicar a violência dos estádios de futebol e por isso nos somamos ao recado que o Sevilla F. C. deu no seu comunicado para que os torcedores que vão ao jogo de amanhã o façam para desfrutar desportivamente com respeito e tolerância.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos