Atlético-MG recusa oferta da China e define valor de Rafael Carioca

O assédio a Rafael Carioca é intenso. O Atlético-MG foi procurado pelo Tianjin Teda Football Club, da China, e recusou 5 milhões de euros (R$ 17,1 milhões) pelo volante. A pedida do clube é de 8 milhões de euros (R$ 27,4 milhões na cotação atual).

Como detém 50% dos direitos econômicos do volante, o Galo faturaria 2,5 milhões de euros (R$ 8,55 milhões) por seu percentual. O clube espera embolsar 4 milhões de euros (R$ 13,7 milhões) em uma negociação. O Spartak Moscou, ex-clube do atleta, conta com percentual idêntico ao dos mineiros.

O Tianjin Teda Football Club, de Fredy Montero e John Obi Mikel, ofereceu 5 milhões de euros (R$ 17,1 milhões) pelo atleta. Contudo, a oferta não agradou aos clubes que detêm os seus direitos.

Hoje, Rafael Carioca é o único volante à disposição de Roger Machado na Cidade do Galo. Nos treinamentos comandados pelo técnico gaúcho, Luan foi improvisado ao lado do atleta que veste a camisa 5 do time de Belo Horizonte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos