Cueva se empolga com a 10 no São Paulo e lembra de carreira do pai

O meia peruano Cueva está animado por ter recebido a camisa 10 do São Paulo. Além do peso natural do número mais famoso do futebol, o jogador citou outro fator que o motiva para dar conta do recado diante desta responsabilidade. No ano passado, Cueva vestiu a 13 e agora receberá um número que lembra seu pai, Luis Cueva.

- Poder usar a camisa 10 me traz uma grata recordação, porque meu pai jogava com a 10. E eu gostava de vê-lo atuar. Ele jogou na segunda divisão do Peru, e desde garoto acompanhei a carreira dele. Mas, além disso, usar a camisa 10 do São Paulo tem um peso maior. Estou motivado para representar este número, principalmente em um clube grande como o São Paulo, e sei da minha responsabilidade - afirmou o peruano, em entrevista ao site oficial do clube.

Contratado do Toluca (MEX) no meio do ano passado, o meia em pouco tempo se tornou o líder técnico do time. Marcou nos dois clássicos contra o Corinthians no Campeonato Brasileiro. Ele também é o camisa 10 da seleção do Peru e agora espera fazer história com o número no Tricolor, que já foi usado por grandes craques.

- Estou feliz, porque grandes jogadores usaram esta camisa. Quero fazer história aqui, e desejo que seja com títulos. Este é o meu maior desejo. Sei do peso desta camisa, mas tenho a gana necessária para defendê-la. Raí, Pedro Rocha e Paulo Henrique Ganso, que são monstros, usaram este número. Estou preparado para encarar esta responsabilidade e fazer história aqui - afirmou Cueva.

A camisa 10 do São Paulo estava vazia desde a saída de Paulo Henrique Ganso para o Sevilla no meio do ano passado. Cueva tem 26 jogos com a camisa do São Paulo e sete gols marcados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos