Borja fala em jogar com Guerra, mas repete que não há oferta do Palmeiras

Em pré-temporada no Atlético Nacional (COL), Miguel Borja mais uma vez falou sobre a possibilidade de jogar no Palmeiras em 2017. Embora se anime com a chance de repetir no Verdão a dupla com Alejandro Guerra, o centroavante reforçou que não recebeu propostas de equipes brasileiras - apenas o Genoa, da Itália, fez uma procura oficial. O atual campeão brasileiro também diz que agora não há negociação pelo colombiano.

- Até o momento não chegou uma proposta (do Brasil). Se chegar, tem que ser muito boa para o Nacional. Eles estão pedindo uma cifra, e depende ao Palmeiras chegar a esta cifra. Penso que estou à disposição desde que a proposta chegue. Quero o bem do Nacional, para minha família e para mim como jogador - explicou o atacante, em entrevista ao Fox Sports.

Borja e Pratto foram considerados os principais nomes para substituir Gabriel Jesus, vendido ao Manchester City. Mas os valores afastaram o Verdão: quase R$ 60 milhões pelo colombiano e R$ 40 milhões pelo argentino. Pelo jogador do Atlético-MG, o Palmeiras queria oferecer perto de R$ 27 milhões, além de Arouca, que interessa ao Galo. Os mineiros, contudo, não toparam.

Destaque do Atlético Nacional, o centroavante de 23 anos lembrou da parceira que teve com Guerra no título da Libertadores e o segundo semestre de 2016. O meia de 31 anos foi um dos principais reforços do atual campeão brasileiro para esta temporada.

- Guerra é um grande jogador e espero que se chegar a um acordo seria muito bom jogar com ele, como fizemos no Nacional. Muitas vezes ele me colocou para fazer gols. Seria bom estar ao lado dele novamente. Mas por enquanto fico aqui, se tiver algo de Palmeiras, Europa, vou tomar uma decisão. Tem de esperar para tomar a melhor decisão - completou.

Diante da dificuldade em trazer um centroavante renomado, Alexandre Mattos disse que o elenco está fechado para o início do ano, a menos que apareça uma "oportunidade de mercado". Nesta quarta, o Verdão anunciou a contratação de Willian, ex-Cruzeiro, por três anos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos