Vice afirma que CBF foi "irresponsável e leviana" ao acusar Inter

O caso Victor Ramos ainda gera desdobramento dentro do Inter. Após ser acusado pela CBF de falsificar documentos que provavam a ajuda da Confederação ao Vitória na defesa do clube pela inscrição do zagueiro, o vice-presidente do Inter se manifestou e atacou a CBF:

- O Inter tem que tomar todas as medidas possíveis em qualquer instância, no ponto de vista que a CBF foi irresponsável e leviana nos seus atos. Eles agiram com um comportamento que não deve ser elogiado. É uma entidade que está sob a mira de várias investigações. Eles não estão em condições de fazer essas brincadeiras de mau gosto - afirmou José de Medeiros Pacheco em entrevista à Rádio Guaíba.

Ainda segundo José de Medeiros, é papel do clube mostrar que não cometeu nenhuma falsificação:

- É uma obrigação do clube mostrar que não fez nada ilegalmente com os documentos. Os advogados que cuidam do assunto são os mesmos que estão com a gente no momento. Todos seguimos adiante nesse processo - finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos