Com Mussulo 40, Brasil quebra recorde na regata Cape2Rio

Após 16 dias, 14 horas, 22 minutos e 12 segundos, o Mussulo 40 chegou ao Rio de Janeiro para completar as 3500 milhas de uma das mais tradicionais e principais regatas do calendário mundial, a Cape2Rio. O barco que tem em sua tripulação o comandante angolano José Guilherme Caldas e o skiper brasileiro, Leonardo Chicourel, iniciou a disputa em Cape Town, na África do Sul, dia 1º de janeiro.

A dupla conquistou o quarto lugar no Geral e o primeiro na categoria Double Hand (tripulado por duas pessoas) e o barco quebrou o recorde na classe em que disputou a prova. Até o ano passado, o melhor índice foi alcançado pelo barco Privateer, em 2014, com 17 dias, 20 horas e 43 minutos.

A embarcação peruana Runaway foi a primeira a concluir a prova, com pouco mais de 13 dias. Em segundo, chegou o alemão Black Pearl e, em terceiro, o sul-africano Lion of Africa Vulcan. Em quarto, José Guilherme Caldas, comandante do barco comemora.

- Somos uma equipe formada apenas por dois tripulantes e apesar de todas as adversidades encontradas ao longo da jornada, conseguimos disputar de igual para igual com tripulações completas de profissionais, em barcos maiores.

O comandante ainda comenta sobre o início ruim que a dupla teve e a superação durante a prova.

- Apesar de uma largada ruim, por conta de problemas técnicos, conseguimos nos superar, aproveitar todo o potencial do Mussulo 40 para vento forte e rapidamente recuperamos o tempo perdido. Desde o início da regata, nos mantivemos entre as primeiras posições.

O barco Sacanah, também representante do Brasil, deve concluir a prova nos próximos dias.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos