'Tem que priorizar os jogadores que já são de casa'

Flamengo segue em busca de jogadores que possam reforçar o ataque e ter bom desenvolvimento de jogo pelas pontas. As negociações caminham a curtos passos e, para ex-jogadores do Rubro Negro, é essencial que Zé Ricardo filtre a base e dê uma oportunidade aos jovens atletas.

Dentro de casa, as opções mais cotadas para a posição são: Everton, Gabriel, Adryan e Cirino, jogadores já conhecidos pela torcida. Porém, os atletas da base estão se destacando e podem ter chance no time em 2017. Lucas Paquetá e Matheus Savio, convocados para a Seleção Sub20, participaram de disputas no time titular em 2016 e tiveram desempenho notável. Além deles, o mais jovem de todos, Vinícius Júnior, está conquistando os torcedores rubro-negros por seu desenvolvimento na Copinha e, promovido a profissional, também pode se juntar ao elenco titular em algumas disputas este ano.

Para os especialistas, a diretoria tem que se preocupar com a posição, mas deve filtrar os jogadores que já pertencem ao clube antes de contratar novos atletas. Afinal, os garotos formados em casa também merecem uma chance.

CANTARELI (goleiro multicampeão brasileiro pelo Flamengo)

O Ricardo teve praticamente nove meses para conhecer o elenco, então devem ter escolhido bem alguns jogadores para ficarem na posição. E pode encaixar os atletas disponíveis no grupo. Não adianta ter 11 bons jogadores no elenco e improvisar os atletas em outros setores por falta de contratações para as áreas que precisam. O time é bom. Estão um pouco mais improvisados do que no ano passado, mas Gabriel, Everton, Adryan e os meninos que vieram da base e estão na seleção foram bem.

A torcida critica demais! Márcio Araújo, por exemplo, era um bom jogador e a torcida critica faz tempo. Romulo pode ajudar o Márcio Araújo ou o elenco a se ajustar melhor. Pouco tempo atás, o time não tinha bons substitutos e, por isso, precisava utilizar jogadores de outros setores. Para o grupo ter boa sequência, tem que ter jogadores especificos nas posições que já costumam atuar.

RONDINELLI (zagueiro do Flamengo durante dez anos e campeão da Libertadores de 81)

Vinicius Junior está fazendo chover na Copinha. Hoje, temos opções de jogadores versáteis já atuando, caso de Diego, que cai pelo lados. Amanhã tem o Conca, que se voltar com 75% da condição física e da habilidade que tinha, pode jogar pelo lado esquerdo e direito. Cirino e Gabriel podem ser encaixados no time também, se nenhum clube se interessar. O Flamengo tem grandes opções na base. Eles devem procurar esses garotos para criar uma realidade de palco. Vários deles estão se destacando na Copinha. Todo esse elenco montado do ano passado, se juntar com a garotada da base que vem se destacando, como Paquetá e Vinicius Júnior, vai fazer o time render muito. O Flamengo está montando uma equipe competitiva entre os próprios jogadores. Tem que renovar o elenco, mas priorizar os já de casa.

ANDRADE (ex-volante rubro-negro e técnico do time campeão brasileiro de 2009, eleito melhor técnico no mesmo ano)

Zé Ricardo precisa analisar o que tem em casa, priorizar a base. Os garotos estão a espera de uma chance. Se não derem retorno, o clube deve procurar alterativas de fora de casa. De fora, tentou com Vitinho, do Internacional, e não conseguiu. Everton já provou que é um grande jogador, em 2009, quando atuou como atacante e foi bem pelos lados alcançando as expectativas. Como meia-atacante, Everton se empenhou e se destacou na posição também. Quem sabe, aparece alguém como Jorge, que deu resposta que o clube precisava? O mesmo pode acontecer com Paquetá e Viseu, que são da base e estão se destacando no time. Cabe ao técnico analisar. Mas as opções de casa devem ser testadas antes de contratar algum jogador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos