Basquete: Vasco vence Brasília e entra no G-4

O Vasco da Gama está no G-4 do NBB. Na noite da última quinta-feira, a equipe do técnico Dedé Barbosa contou com grande atuação de Nezinho, superou o vice-líder UniCEUB/BRBCARD/Brasília, em casa, pelo placar de 85 a 76, e assumiu a quarta colocação do campeonato.

Com o resultado, o clube de São Januário entrou no bolo das equipes empatadas na quarta colocação e, diante dos critérios de desempate entre os igualados, assumiu o quarto lugar, com campanha idêntica ao do Paulistano/Corpore, E.C. Pinheiros e Gocil/Bauru, todos com campanha de oito vitórias em 14 jogos (57,1% de aproveitamento).

Em noite de gala, o experiente armador Nezinho, de 35 anos, esbanjou uma disposição de garoto e foi o grande destaque do duelo ao registrar 25 pontos e nove assistências (recordes na temporada), além de quatro rebotes e quatro roubos de bola.

Pelo lado do Brasília, que segue isolado na vice-liderança, destaque para a expressiva atuação de sua dupla de garrafão Guilherme Giovannoni (24 pontos) e Lucas Mariano (23 pontos), que combinou para 47 pontos e somou nada menos que 61,8% dos pontos da equipe.

Na prorrogação, Macaé derruba Mogi no Hugão

Poucos imaginariam tanta emoção em um duelo entre o quarto colocado e o vice-lanterna. Com direito a prorrogação, o Macaé Basquete bateu o atual campeão sul-americano Mogi das Cruzes/Helbor, em pleno Ginásio Hugo Ramos, na última quinta-feira, por 75 a 69, e começou a sonhar com playoffs.

Os macaenses tiveram quatro atletas pontuando em dígitos duplos: os alas Rafa Moreira, com 19, sendo 14 deles só no primeiro tempo, e Scheider, com 17 tentos, o armador norte-americano Kendall Anthony, autor de 15 pontos e inusitados dez rebotes (primeiro duplo-duplo no NBB), e o pivô Erick Camilo, que deixou a quadra com 11 pontos.

Pelo lado do time mogiano, que não contou com Larry Taylor, ausente devido a uma lesão no ombro, o destaque ficou por conta da dupla norte-americana Shamell e Tyrone, responsável por 42 dos 69 pontos da equipe do Alto Tietê no confronto (60,8%). Além deles, Caio Torres deixou a quadra com um duplo-duplo de 11 pontos e 11 rebotes.

Com a expressiva vitória no Hugão, o Macaé chegou ao seu terceiro triunfo no torneiro (21,3% de aproveitamento) e ficou a dois resultados positivos da zona de classificação aos playoffs. Por sua vez, o Mogi não só saiu do G-4 como ainda caiu para a oitava colocação, agora com campanha de sete êxitos em 13 oportunidades (53,9% de aproveitamento).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos