Ceni despista sobre escalação contra o Corinthians e chegada de Jucilei

Antes avesso às entrevistas coletivas, Rogério Ceni agora precisa se acostumar com uma rotina de conferências com a imprensa. Depois de falar após a classificação diante do River Plate (ARG) na última quinta-feira, o Mito apareceu nesta sexta em Orlando para falar sobre as expectativas pela final da Florida Cup, às 21h deste sábado, contra o Corinthians. Só não foi possível, porém, adiantar a escalação que iniciará o clássico no Bright House Networks.

- Pretendo conversar com os jogadores primeiro para depois definir. O (médico José) Sanchez vai me passar a situação de todos e faremos uma análise. Podemos fazer algumas trocas, porque não teremos condições de aplicar o mesmo ritmo do primeiro tempo contra o River os 90 minutos. Vou usar o máximo de atletas possível. O importante é jogar bem, repetir o bom primeiro tempo e levar o jogo a sério - explicou o treinador, que completa 44 anos no domingo.

Ceni também evitou falar sobre a possibilidade do volante Jucilei defender l São Paulo. O Tricolor negocia salários com o jogador, que tenta liberação e pagamento de parte dos vencimentos com os chineses do Shandong Luneng. Seria o quinto reforço para a temporada e em uma posição almejada pelo Mito, mas o discurso agora é de proteção ao grupo que se prepara para o Majestoso decisivo.

- Não sei exatamente sobre as negociações. A gente fica fora disso. O momento não é para falar do que falta, mas sim do jogo de sábado, da pré-temporada. Estou muito feliz com o desempenho dos jogadores e com a forma que eles entenderam tudo o que a gente está querendo. Pegamos dois times fortes nesta viagem e isso, sem dúvida, nos fortalece, mostra nossa capacidade - salientou.

BATE-BOLA COM ROGÉRIO CENI, TÉCNICO DO SÃO PAULO

Como espera que o Corinthians venha para o clássico?

Eles jogaram em um sistema muito parecido com o nosso. O Carille conhece bem os jogadores que tem à disposição. Só podemos esperar coisas boas dele, vai ser um bom teste para as duas equipes. Depois, teremos jogos no Paulista, Brasileiro e pode ter na Sul-Americana. São Paulo e Corinthians, mesmo na Flórida, é um São Paulo e Corinthians.

O que pensa sobre um clássico logo no início da temporada?

Clássico é sempre importante. Sem dúvida, um São Paulo e Corinthians fecha o Torneio da Flórida com chave de ouro.

De que forma lida com essa euforia em cima de você?

Não é comigo e sim com o time, com o que demonstrou durante a partida contra o River Plate. Tivemos chances claras. Só não fomos bem nos últimos 15 minutos, quando o River pressionou. A volta da atividade do time é sempre comemorada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos