Muito ainda a corrigir: LANCE! analisa início de temporada do Vasco

Após um bom desempenho no primeiro jogo, contra o Barcelona, do Equador, o Vasco desandou para o Corinthians, quando foi derrotado por 4 a 1. Muitos erros foram apresentados pela equipe e precisam ser corrigidos. Pensando nisto, o LANCE! os destrincha para que o técnico Cristovão Borges os evite a partir da estreia no Campeonato Carioca, no próximo dia 29.

A começar pela defesa. O sistema não funcionou, principalmente por inconsistência do zagueiro Rodrigo. Na lateral esquerda, Henrique e Alan ainda não carregam condições de serem titulares, fazendo jus à busca do Vasco em um reforço mais experiente para a posição ainda neste mês. Um equilíbrio no setor é o que mais de urgente tem a ser feito.

- Cometemos erros, mas estamos em um período de preparação. Em alguns momentos tivemos dificuldade, porque a estratégia inicial era pressionar. Tentamos e não encaixamos a marcação. Em virtude das mudanças, aconteceram alguns desequilíbrios, o que é normal nesse período de preparação - afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

No meio de campo, a estratégia de Evander e Julio dos Santos como os volantes não funcionou. O que ameniza a situação é que se sabe da dupla por ser reserva - titulares, Marcelo Mattos ainda não recuperou a forma física e Douglas está com a Seleção Brasileira Sub-20 no Equador.

Com a chegada de Wagner, a criação tem a solução de seu problema definida. Sobra o ataque com Thalles, que segue fora de forma. O Vasco conta com a contratação de Luis Fabiano para o setor. Muito ainda precisa ser corrigido.

AVALIAÇÕES POR SETORES

DEFESA

Reforços

Precisa de contratações, principalmente mais um zagueiro e um lateral-esquerdo. Apenas Luan se destaca.

Rodrigo

Segue sendo inconsistente, assim como em outros anos. Se contra o Barcelona (EQU) decidiu com gols e sofrendo pênalti, contra o Corinthians cometeu muitos erros. Perdido em algumas jogadas, falhou em três gols que o Vasco levou.

Laterais

O Cruz-Maltino tem um sério problema na lateral esquerda. O jovem Alan ainda mostra fragilidade na marcação. Henrique foi um pouco melhor. Na direita, Madson deixa espaço atrás e peca nos cruzamentos.

MEIO DE CAMPO

Evander e Julio

Um dos principais problemas do time foi a dupla de volantes. Cristovão resolveu escalar o jovem Evander na posição. Ele tem qualidade na saída, mas ainda não se adaptou e está perdido na marcação. Ao lado de Julio dos Santos, que é lento, a equipe ficar sem poder nenhum de marcação no meio. Tanto que o Corinthians tabelou como quis nos dois primeiros gols.

Falta de pegada

Assim como no ano passado, o meio-campo do Vasco cerca muito e desarma pouco. Assim o time adversário tem muita liberdade para jogar.

Sem criatividade

Nenê segue sobrecarregado na criação das jogadas.

ATAQUE

Thalles

Thalles ainda está fora de forma e isso prejudica sua atuação em campo. Muita briga entre os zagueiros, mas pouca efetividade no ataque.

Falta de aproximação

No 4-2-3-1 de Cristovão, os jogadores do meio e das pontas precisam chegar no ataque também. No entanto, isso não tem acontecido e Thalles tem ficado muito isolado. Assim, vira presa fácil para os zagueiros e não tem com quem tabelar.

Finalizações

O Vasco é um time que arrisca pouco de fora da área. Nas poucas vezes que tentou contra o Corinthians, marcou um belo gol com Eder Luis.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos