Operário morre em obra do estádio que receberá a Copa de 2022

Nesta sexta-feira, o comitê organizador da Copa do Mundo de 2022, no Catar, anunciou o falecimento de um operário britânico que trabalhava nas obras do estádio Khalifa International Stadium. O trabalhador, que não teve nome divulgado, trabalhava para uma construtura alemã e tinha 40 anos. A organização do torneio investiga a causa do incidente.

- As autoridades relevantes foram identificadas e os parentes próximos foram informados. Uma investigação imediata sobre a causa desta fatalidade foi aberta, e mais detalhes serão divulgados em seguida. O Supremo Comitê para Entrega e Legado expressa suas mais profundas condolências à família por sua perda. - declara a nota.

As construções dos estádios para a Copa vêm sendo denunciada devido as condições de trabalho e moradia dos operários. Esta é a quinta morte anunciada pelo comitê. Intidades ligadas aos diretos humanos, afirmam que mais de 1200 operários morreram nas obras desde 2011, envolvendo reforma e construção de estradas, hotéis e outros locais que serão utilizados pelos atletas.

O estádio que costuma receber as partidas disputadas pela seleção do Catar, passa por reforma para receber 68 mil pessoas, atualmente tem capacidade para receber 40 mil. A conclusão das obras do Khalifa International Stadium está prevista para o fim do primeiro semestre de 2017

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos