Eduardo Baptista ainda vê Palmeiras distante do ideal em primeiro teste

Após o amistoso contra a Chapecoense, o primeiro jogo do Palmeiras em 2017, Eduardo Baptista ainda vê o Verdão muito distante do esperado. Para o técnico, o time conseguiu jogar melhor na etapa final, quando nove jogadores acabaram substituídos.

- Bom jogo, com dois tempos um pouco distintos. Depois do primeiro gol baixamos um pouco, recuamos, devíamos ter subido mais a marcação e aí demos a segunda bola para a Chapecoense e aí a gente criou situações de bola parada perto da nossa área. Mas com a bola, conseguimos jogar, criar situações importantes. No segundo tempo adiantamos a marcação, criamos dificuldades, fizemos muitas triangulações, o segundo gol sai assim. Um primeiro tempo razoável, e destaque para o Vitinho, não só pelo gol, mas pela personalidade - disse o treinador.

O Verdão jogou no esquema que o treinador gosta, o 4-1-4-1, e começou a partida pressionado a saída de bola da Chape, como havia treinado, mas aos poucos o time diminuiu o ritmo. Com a entrada de novos atletas na etapa final, a equipe voltou a pressionar como o comandante gostaria de ver.

- Ainda está muito longe do que a gente vê. Temos de segurar um pouco mais a compactação. Principalmente no primeiro tempo ficamos compactos, mas fomos muito para trás. Temos de corrigir, trabalhar no dia a dia. No segundo tempo ficamos mais adiantados e compactos, no campo da Chapecoense, quando fomos donos do jogo. Poderíamos até ter feitos mais gols - afirmou.

O Verdão volta a São Paulo neste fim de semana e terá mais uma semana de preparação para o jogo contra a Ponte Preta. O segundo amistoso da temporada acontecerá no próximo domingo (29), no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos