Jair Ventura revela tendinite de Luis Ricardo, times do Botafogo no amistoso e 'geladeira' de Emerson

Era de se esperar que, na primeira entrevista coletiva que concederia no ano, Jair Ventura tivesse muito o que falar. E falou. De mais importante, revelou que o Botafogo terá um time no primeiro tempo do amistoso contra o Rio Branco, neste domingo, e outro na segunda etapa; confirmou que Luis Ricardo teve um percalço na recuperação pós cirurgia no tornozelo esquerdo; e explicou também porque o zagueiro Emerson vem treinando fora até dos reservas.

- Para o jogo do dia 25 (estreia no Campeonato Carioca, contra o Madureira), temos um tempo maior recuperação. A ideia inicial é utilizar os dois times amanhã (este domingo). Para o jogo do dia 28, nós não podemos correr riscos (o duelo contra o Colo Colo, pela Libertadores é no dia 1º de fevereiro). Cada jogador vem de um lugar. Vamos ver com o departamento médico. Quem estiver em melhor condição vai jogar dia 28 - explicou o treinador.

Em relação a Emerson. O zagueiro foi titular durante boa parte do ano passado, inclusive com Jair Ventura, e não vem treinando nem com os reservas enquanto não aceita a proposta de renovação oferecida pelo Botafogo. Numa questão superior ao treinador, ele também faz ponderações.

- O Emerson foi meu jogador em 2012, no sub-20. Sempre converso muito com ele, como professor, educador. Nós não levamos nada quando o jogador alcança um sucesso, mas é gratificante. Fico feliz. Espero vê-lo feliz. O Botafogo fez proposta, depende do empresário dele. Quero que ele seja feliz, dei meu conselho. Espero que ele seja feliz conosco - analisa o treinador.

Já Luis Ricardo passou por uma cirurgia em setembro do ano passado no tornozelo esquerdo, vinha evoluindo, mas o retorno após as férias teve uma regressão. O lateral-direito, inclusive, desceu a serra capixaba para fazer um exame de imagem nesta semana. No exame, foi constatada uma tendinite, uma inflamação no tendão do pé direito, contrário ao da operação. De acordo com o departamento médico, é normal em casos de grande período inativo.

- Não foi nem no local da operação. Lá está ótimo. Agora é no tendão que ele vem sentindo dor. Contamos com ele. Ele foi capitão quando machucou. Foi nosso maior jogador em número de assistências no ano passado. Espero que ele possa estar recuperado o quanto antes - torce Jair.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos