No dia do seu 'renascimento', Chape empata amistoso com o Palmeiras

No dia de seu "renascimento", a Chapecoense deu mais uma demonstração de força. Depois de montar um novo elenco em menos de dois meses e ainda conviver com as dores da tragédia na Colômbia, a Chape fez contra o Palmeiras sua primeira partida desde aquela tragédia. Em uma tarde emocionante, o time de Vagner Mancini não se intimidou contra o atual campeão brasileiro, e o amistoso na Arena Condá acabou empatado em 2 a 2.

Último adversário da equipe catarinense antes da queda do avião no dia 29 de novembro, o Verdão foi um dos clubes mais solidários à Chape, e colaborou para fazer a vida começar a voltar ao normal na Arena Condá. Depois de uma bela homenagem à campeã da Sul-Americana no gramado, a equipe de Eduardo Baptista, com Fernando Prass novamente titular e Felipe Melo, fez 1 a 0 em um chute de Raphael Veiga, outro estreante palmeirense.

Três minutos depois, o zagueiro Douglas Grolli marcou o primeiro gol da "nova" Chape e iniciou a reação do time de Vagner Mancini, que melhorou e passou a pressionar o Palmeiras. Amaral, emprestado pelo Verdão, um pouco com o ombro, um pouco de cabeça, virou a partida.

O segundo tempo serviu para testes dos dois lados e outra lembrança aos que perderam a vida em Medellín: aos 26' (minuto 71, em alusão ao número de mortos no acidente), a partida ficou parada para um minuto de aplausos e o famoso grito "vamos, vamos, Chape!".

Vitinho, promissor meia da base palmeirense, roubou a cena na etapa final. Além de bons passes e dribles curtos, o jovem de 18 anos de idade marcou um golaço, em um chute de fora da área, para definir o placar.

Esta foi a chance para que Mancini e Baptista analisassem seus times para a temporada de 2017. Mas o principal foi rever o povo de Chapecó novamente no estádio, torcendo pelo seu time, sem esquecer os guerreiros que conquistaram a Copa Sul-Americana; foi assistir à emocionante cena de Follmann, Alan Ruschel e Neto, os jogadores sobreviventes, levantando a taça do torneio internacional; foi acompanhar a volta do narrador Rafael Henzel às transmissões de jogos da Chape pela rádio Oeste Capital.

Chapecoense e Palmeiras vivem grande expectativa para 2017. Pois os dois clubes começaram o ano como protagonistas de uma tarde muito especial.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos