Reforço da Chape, ex-palmeirense Nathan conhece Neto e ganha missão

  • Chapecoense/Divulgação

    Nathan (dir) é reforço da Chapecoense para a temporada

    Nathan (dir) é reforço da Chapecoense para a temporada

Nathan ficará no banco de reservas e pode fazer sua estreia pela Chapecoense neste sábado, justamente contra o Palmeiras, clube que o revelou e com o qual ainda tem contrato até o fim de 2018. Mas essa está longe de ser a maior emoção do zagueiro de 21 anos nos últimos dias.

Recém-chegado à cidade, o garoto conheceu um dos sobreviventes do acidente aéreo com a delegação do clube catarinense, que resultou na morte de 71 pessoas no fim do ano passado. Trata-se do zagueiro Neto, com quem Nathan sonha em fazer dupla de zaga.

"Conheci o Neto essa semana e, cara, que experiência maravilhosa! O cara é um milagre de Deus e estava ali na minha frente. Foi muito bom, ele me passou bastante motivação para defender a Chape. Eu fui até ele, me apresentei, falei que era uma honra conhecê-lo pessoalmente e que depois de tudo que aconteceu virei fã dele. Ele falou: "Você que veio do Palmeiras? Então vou deixar a defesa nas suas mãos"", contou o garoto, ao LANCE!.

"Se a gente fizer dupla vai ser um momento único. Eu nunca imaginei jogar ao lado do Lúcio, que era um ídolo, e consegui jogar. Jogar com um cara que sobreviveu a um acidente aéreo desses vai ser uma experiência parecida, uma experiência única, para guardar na memória", acrescentou.

Neto ainda se recupera das múltiplas lesões que sofreu no acidente e vai demorar para retornar aos gramados. Por enquanto, os zagueiros que vão brigar com Nathan por uma vaga entre os titulares são Grolli (ex-Ponte Preta) e Fabrício Bruno (ex-Cruzeiro), que começarão jogando contra o Palmeiras, além de Luis Otavio (ex-Luverdense), Busanello, Hyago, Vinicius e Scalon (quarteto revelado pelo próprio clube).

"Eu quero primeiro buscar meu espaço e me firmar como titular, porque ainda não tive essa oportunidade. Joguei um pouco no Palmeiras e um pouco no Criciúma, então agora quero jogar bastante, ter um ano bom, ganhar experiência, chegar a finais de campeonatos e jogar a Libertadores", projetou Nathan.

O garoto ganhou destaque assim que foi promovido ao elenco profissional do Palmeiras, em 2014, mas no ano seguinte perdeu espaço e foi utilizado só quatro vezes. Em 2016, foi emprestado ao Criciúma e se destacou na Série B, mas passou um bom tempo parado porque precisou operar o ombro.

Confira um bate-bola exclusivo com Nathan:

Como você avalia a sua temporada de 2016 no Criciúma?
Fiz jogos muito bons no Criciúma. Me encontrei, fui muito feliz lá e pude ajudar bastante. Me machuquei, fiquei três meses fora e voltei para jogar os últimos três jogos da Série B, que nós ganhamos. Eu fui muito bem lá, gostei demais, só que pintou a oportunidade da Chapecoense, disputar a Série A, a Libertadores, e optei por vir para cá.

Como está sendo a reconstrução do elenco?
Todo time tem uma espinha dorsal, uma base que já vem de outros anos. A gente aqui está saindo do zero. O Mancini vai ter um trabalho bastante difícil, mas é só o time entrosar. Nos treinos, a gente já está conseguindo dar uma cara para a Chapecoense.

Como você está fisicamente?
Eu cheguei depois, então tenho que batalhar pela titularidade. Mas estou tranquilo, a cada dia treinando melhor. Quando aparecer a oportunidade, é pau no gato.

O ombro ainda incomoda?
Tive essa lesão ainda no Palmeiras, fiz cirurgia e voltei. No Criciúma, em um dos primeiros jogos, me machuquei de novo. Segurei até o meio do ano, mas no jogo contra o Paraná não aguentei mais, foi a gota d'água, tive que operar. Tinha até a chance de não jogar mais no ano, mas fiz um tratamento intensivo na clínica do Doutor Maglioca (médico do Palmeiras), que é muito boa. Recuperei muito bem com um especialista em ombro, o meu xará Nathan, que é da seleção de natação. É o melhor cara possível. Eu deixava de fazer minhas coisas para ir tratar lá e deu certo.

Como está o clima na cidade?
Em todo lugar que você passa tem uma faixa, uma bandeira. Aqui só tem a Chape, então o pessoal torce mesmo. Com certeza eles sofreram muito com tudo o que aconteceu e agora estão vivendo um recomeço também. Está parecendo que vai lotar a Arena contra o Palmeiras, o pessoal aqui deve ser bem fervoroso torcendo. Acho que vai ser bem legal.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos