Santos avança em negociação com a Caixa e quer ampliar parceria

  • MAURÍCIO DE SOUZA/DIÁRIO DO LITORAL/ESTADÃO CONTEÚDO

Mais um passo foi dado na negociação entre Santos e Caixa pelo patrocínio master do clube para 2017. Mas além dos valores, outras questões estão sendo discutidas. O Santos quer receber R$ 16 milhões anuais e direcionar outro montante para o futebol feminino e o Golbol, esporte praticado por deficientes visuais.

Uma reunião na última sexta-feira entre o presidente santista e diretores do banco serviu para adiantar detalhes, como o valor a ser pago pela estatal, que patrocinou o clube nos dois últimos meses de 2016 como forma de experimento.

O Santos dá o acordo como certo e pretende anunciar até fevereiro. Antes disso, mesmo sem contrato, o logo da Caixa permanece na camisa usada por atletas nas apresentações e em todo o material de exposição.

A última vez que o time alvinegro recebeu um valor semelhante com um patrocinador no espaço mais nobre do uniforme, foi em 2013, quando o Banco BMG pagava R$ 15 milhões por ano para apoiar o time liderado por Neymar.

A Caixa já patrocina Atlético-MG, Atlético-GO, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Chapecoense, Corinthians, Coritiba, CRB, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Goiás, Náutico, Paysandu, Sport, Vasco e Vitória.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos