Medeiros prega 'equilíbrio' nas contratações do Inter

De acordo com o presidente colorado, Marcelo Medeiros, o Inter busca um 'equilíbrio' nas contratações para a temporada de 2017, ano em que o time disputará a Série B e provavelmente contratará muito.

- A gente respeita a interpretação que possa ser dada, mas não estamos fazendo uma análise porque um setor é mais enfraquecido do que o outro. A gente procura um equilíbrio em todos os setores. As questões no futebol são complexas e, às vezes, uma negociação se encerra antes do que outra. Não significa que, por trazermos zagueiros, nosso setor defensivo esteja mais enfraquecido - comentou o mandatário em entrevista coletiva após o empate sem gols no amistoso com o Inter de Lages, em Viamão, onde o time realiza a pré-temporada.

Apesar do discurso, o Inter trouxe até o momento quatro reforços para a defesa: os zagueiros Klaus, ex-Juventude e Neris, ex-Santa Cruz, o lateral- direito Alemão, que em 2016 defendeu o Botafogo e o ala esquerdo Uendel, ex Corinthians. Além deles, chegou o atacante Roberson, outro ex-Juventude. Os dois reforços do time de Caxias do Sul chegam por indicação do treinador.

Medeiros ainda aproveitou a oportunidade para falar sobre os casos de Anderson e William. Ambos estão sem espaço no time. O primeiro não está nos planos do clube pelo alto salário, pelo comportamento e pelo baixo desempenho. Já o segundo declarou publicamente que quer se transferir para a Europa e negocia a saída para o Wolsfburg, da Alemanha, mas a saída depende do crivo colorado.

- Nós já nos manifestamos a respeito da negociação que envolve o William, estamos aguardando e negociando. As coisas seguem e ficamos na expectativa para que a proposta e a intenção que o Inter tem neste negócio seja concluída. Os negócios são complexos no futebol. Envolvem jogadores com notoriedade internacional, valores expressivos, mais de uma parte envolvida na negociação. As duas questões, tanto William quanto Anderson, não tiveram nenhum avanço nas últimas 24 horas - completou Medeiros.

Amistoso

No empate sem gols com o Inter de Lages, xará de Santa Catarina, o treinador Antônio Carlos Zago optou por um time para cada tempo. Machucado, Valdívia não jogou. Quem também esteve de fora foi o novo lateral-direito, Alemão.

O comandante escolheu que Danilo Fernandes; Ceará, Neris, Ernando e Uendel; Rodrigo Dourado, Eduardo Henrique, Gustavo Ferrareis e Andrigo; Aylon e Nico começassem o jogo.

No segundo tempo, foi a vez de Marcelo Lomba; Charles (volante, que também atua como lateral), Léo Ortiz, Eduardo e Artur; Bob, Anselmo, Diego, Seijas e D'Alessandro; Roberson recebessem as oportunidades. O time foi o melhor aos longo dos 90 minutos, mas pecou nas finalizações.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos