'Não jogará o mais caro', diz Bueno sobre chegada de reforço ao Santos

O Santos está em seu 12º dia de pré-temporada e enfrenta o Nacional-SP em jogo-treino na terça-feira, mas o assunto principal no CT Rei Pelé ainda é a chegada de reforços. Anunciado no domingo, Bruno Henrique foi o mais comentado na segunda-feira, inclusive entre jogadores.

Novo dono da camisa 7, Vitor Bueno não teme perder a posição para o atacante comprado por R$ 14 milhões e explica o motivo da segurança.

- Até por conhecer o Dorival, a índole dele, não vai jogar o mais caro, mas quem estiver melhor nos treinamentos. Eu e Copete fizemos ano muito bom. Começamos ano confiante, objetivos grandes. É um jogador que chega para somar - comentou sobre o sexto reforço do Peixe.

Ex-camisa 18, o destaque do Peixe no último Brasileirão com dez gols escolheu a camisa 7 para 2017 e espera seguir como titular.

- Número muda, mas o objetivo é o mesmo. É o começo de uma nova fase. Número representado por tantos jogadores renomados. Tenho esse privilégio. Me ofereceram e tinha o 11 também, que foi do Neymar. Não foi por causa do Robinho. É coisa minha. Independentemente do número, vou fazer de tudo para ser um ano bom - finalizou.

Além de Bruno Henrique, o Peixe contratou outros dois atacantes: Vladimir Hernández, que está na seleção da Colômbia e Kayke.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos