Oposição esvazia setor e dá novo passo por impeachment no Timão

Marcio Antonio Augustinelli e Jonas Rabelo dos Santos estão deixando o Conselho Fiscal do Corinthians. A saída de dois dos três membros pode influenciar na votação da previsão orçamentária de 2017, que será realizada no dia 30 de janeiro.

Membros da oposição protocolaram o pedido de afastamento Augustinelli e pressionaram Rabelo a deixar o cargo. A alegação é de que os dois têm vínculos profissionais com o presidente do clube, Roberto de Andrade, e com o vice André Luiz Oliveira, o André Negão.

Com isso, a oposição dá mais um passo no processo de impeachment de Roberto de Andrade. Isso porque, caso as contas não sejam aprovadas, o grupo ganha mais um motivo para a destituição do presidente.

A situação, por sua vez, nega irregularidade e lembra que a dupla já analisa as contas do Corinthians desde 2015, quando Roberto de Andrade foi eleito.

Os substitutos serão escolhidos com base na votação para o Conselho Fiscal do clube em 2015. Os mais votados depois dos eleitos passarão a analisar as contas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos