Lesão na Seleção tira Robinho do Galo por até quatro semanas

O amistoso da Seleção Brasileira contra a Colômbia rendeu fortes consequências a Robinho. Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, o médico do Atlético-MG, Rodrigo Lasmar, revelou que o atacante sofreu uma pequena fratura na costela, e ficará fora dos gramados por três ou quatro semanas.

- O Robinho, no jogo contra a Colômbia, sofreu um trauma na região posterior, próximo à região lombar, uma pequena fratura no processo transverso da terceira vértebra lombar. Uma fratura pequena, incompleta, no osso da coluna lombar, em um processo osseo que se localiza em uma vértebra bem baixa. O processo de recuperação não vai demorar poucos dias, mas não será tão longo, porque foi uma fratura incompleta e sem desvio.

Segundo Lasmar, a fratura tem uma leve diferença em relação à que tirou Neymar da reta final da Copa do Mundo de 2014:

- Para ilustrar, é a mesma fratura que o Neymar teve na Copa do Mundo, só que o Neymar teve a fratura com desvio, o osso fraturou completamente e se deslocou. O Robinho teve uma fratura incompleta, que não atravessa de um lado a outro do osso.

De acordo com o médico do Galo, o atacante precisa de repouso inicialmente. Mas garante que sua volta aos treinos acontecerá aos poucos:

- O tratamento é repouso. Não tem uma uma imobilização mais rígida. A medida em que ele se sentir bem, se sentir confortável, ele volta gradativamente ao trabalho de reforço, aeróbico leve, até voltar a trabalhar com bola.

Com a baixa do camisa 7, o técnico Roger Machado deve lançar o meia Maicosuel, para atuar ao lado de Fred e Luan.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos