Valores, contrato e 'pressões': Jadson e Timão buscam acerto nesta quinta

Corinthians e Jadson esperam acertar nesta quinta-feira os últimos detalhes em nome do retorno do meia campeão brasileiro de 2015 para o clube. Dirigentes do Timão, empresários e o próprio jogador já adiaram o encontro algumas vezes nos últimos dias, por variados motivos: uma viagem de férias do jogador, o atraso no retorno da delegação alvinegra dos Estados Unidos e até a decisão da Copa São Paulo de Juniores, que mobilizou atenções do clube. Desta vez, porém, a ideia é sentar à mesa e acertar os ponteiros definitivamente.

Apesar do otimismo revelado por dirigentes do Corinthians nos últimos dias, ainda há importantes pendências a serem resolvidas. A primeira delas é sobre o tempo de contrato: conforme informado pelo Uol, o Timão entrou em contato com o estafe do meia para informar que deseja um vínculo por apenas duas temporadas, ao contrário dos três anos desejados pelo jogador. Além disso, o Corinthians também desejava manter as condições salariais de 2014 e 2015, quando o meia defendeu o clube, mas a pedida foi maior, pois Jadson, de 33 anos, vê esta como a última chance de um bom contrato na carreira.

Um último ponto de indefinição nas negociações entre Corinthians e Jadson está no pagamento de luvas, que é um prêmio pela assinatura do contrato. A pedida inicial do estafe do meia foi de R$ 10 milhões - valor equivalente ao que ele abriu mão para rescindir com o Tianjin Quanjian, da China -, mas o Corinthians sinalizou oferecer um montante próximo da metade disso. Já existe um entendimento sobre este tema, mas os detalhes ainda não estão definidos.

Os valores elevados até afastaram o interesse de alguns clubes por Jadson, como o Atlético-MG e o Grêmio. Na noite desta quarta, aliás, o meia usou o Twitter para agradecer pelas palavras do técnico Renato Gaúcho, do Grêmio, que fez elogios e lamentou as condições financeiras que estão impedindo o negócio. Jadson disse que "é muito bom receber um elogio de um craque" como o atual treinador do time gaúcho. Para o Corinthians, a interação na rede social foi uma espécie de aviso ou pressão para o clube ser mais maleável nas negociações.

Jadson rescindiu contrato com o Tianjin Quanjian, da China, há exatos dez dias. Ele deseja definir logo seu destino e iniciar a rotina de treinamentos para a temporada. O Corinthians vê o meia como alguém capaz de mudar o patamar da equipe para 2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos