Atuações: Hernández faz de bicicleta, dá assistência e fica como o destaque

O meia colombiano Vladimir Hernández estreou no segundo tempo do amistoso contra o Kenitra e terminou como o melhor em campo ao fazer um gol de bicicleta e dar passe para outro. Vitor Bueno também vai bem ao marcar outras duas vezes na goleada. Confira as atuações do Peixe:

6,0

Vanderlei

Como não foi exigido, não conseguiu trabalhar debaixo das traves. Manteve a participação frequente na saída de bola com os pés.

6,0

Victor Ferraz

Com o tanto de espaço disponível em seu setor, agrediu pouco. Quando subiu, criou a jogada do segundo gol. Cometeu alguns vacilos defensivos.

6,0

Lucas Veríssimo

Assim como Vanderlei, não teve muito o que fazer enquanto esteve em campo. Mostra mais confiança do que na última temporada para jogar.

6,5

Yuri

A leitura de jogo é impressionante. Parceria com Renato faz o time mudar o sistema o tempo todo e aumenta a qualidade na origem dos lances.

6,5

Zeca

O melhor do sistema defensivo, disparado. Desarmou fácil, apoiou com força e por pouco não marcou golaço em chute de fora da área.

6,5

Renato

O "coordenador" do time do Santos fez a bola girar com simplicidade e fluidez, mas pecou por não tornar as jogadas mais verticais.

6,0

Thiago Maia

No meio de campo, foi a peça que destoou. Esforço para reforçar o ataque, mas muitos erros técnicos que frearam a criação do time.

7,5

Lucas Lima

Começou nervoso, errando lances fáceis. Até que chamou o jogo e destruiu os marroquinos com arrancadas e assistências.

7,5

Vitor Bueno

A discrição ao longo do primeiro tempo foi compensada por gol de oportunismo. No segundo, marcou belo tento antes de sair.

7,0

Copete

A eficiência do colombiano é impressionante. Teve espaço em um lance e o concluiu com cruzamento perfeito para Rodrigão abrir o placar.

7,0

Rodrigão

O centroavante estava inspirado. Foi quem mais buscou espaço, tentou finalizar e tabelar. Cabeçada com estilo iniciou a vitória santista.

6,5

Matheus Ribeiro

Mostra muita força ofensiva e capacidade de recomposição. Arma que deve ser muito aproveitada por Dorival Júnior na temporada.

6,5

Léo Cittadini

Entrou para ser o elo da defesa com o ataque e cumpriu a função com maestria na enfiada a Arthur Gomes, no gol de Hernández.

5,5

Noguera

Erro de posicionamento absurdo logo no primeiro lance após entrar em campo. Marcou a bola e o Kenitra margou o gol de honra.

6,0

Rafael Longuine

Na função que foi de Yuri no primeiro tempo, manteve a saída de bola mais segura, mas sem tanta profundidade quanto o antecessor.

6,0

João Paulo

Conseguiu a proeza de trabalhar menos do que Vanderlei, mesmo tendo sofrido o gol do Kenitra, em falha grave de Noguera.

5,5

Caju

O gol marroquino saiu em seu setor, quando havia recuado demais e não voltou a subir a marcação. Atuação apenas regular.

6,5

Thiago Ribeiro

Recomeçou a vida no Santos levando caneta no lance do gol do Kenitra, mas se recuperou com bonita finalização no quinto tento do Peixe.

5,0

Jean Mota

Foi o único a entrar e sair no segundo tempo. Com poucos minutos, não conseguiu mostrar nada, ainda mais em comparação a Lucas Lima.

6,5

Arthur Gomes

Garoto mostrou força e inteligência para dar a assistência para Vladimir Hernández no quarto gol santista. Infernizou pelas pontas.

8,0

Hernández

Menos de meia hora em campo para ser o dono do jogo no Pacaembu. Golaço de bicicleta e assistência de calcanhar para Thiago Ribeiro.

6,5

Kayke

Correria e força devem colocá-lo em briga interessante com Rodrigão. Pode levar vantagem pela facilidade em tabelar com os companheiros.

-

Thaciano

Pouco tempo em campo.

7,0

Dorival Júnior

Conseguiu corrigir os problemas no primeiro tempo, mesmo sem alterações no intervalo. Depois, viu o time deslanchar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos