Mestre Sabiá ressalta polivalência da capoeira: 'Me proporcionou entrar em qualquer universo'

Um dos fundadores do Grupo Capoeira Brasil, o Mestre Paulinho Sabiá, juntamente com outros cinco mestres, buscam o capoeirista mais completo do mundo neste sábado, no Farol da Barra (BA). O curador do evento ressaltou a dificuldade em 'modelar' a modalidade em um evento esportivo.

- O Red Bull Paranauê foi um sonho que apareceu, um grande desafio. A capoeira é muito rica e quando você ousa colocá-la dentro de um meio esportivo é bastante desafiador. Não dá para botar a veia esportiva, sem colocar a veia cultural, a música. Hoje, este tal sonho vira realidade. Quando você vê as pessoas interagindo, torcendo, realizando, você criando possibilidade para algumas pessoas de ir, de vir, ou de criar perspectivas para alguns deles, eu ficou muito feliz.

No mundo da capoeira desde os 10 anos, o Mestre decidiu três anos mais tarde que teria a modalidade como colega de profissão. Hoje, ele ressalta o poder da modalidade que não difere o presidente do menino de rua.

- Tem um poder de transformação enorme. Ela entra em qualquer lugar. A capoeira me proporcionou entrar em qualquer universo, desde um palácio, com o presidente, até extremos bem diversos. A ser assaltado e o cara me devolver os pertences por eu ser capoeirista. A educar uma pessoa de universo bem privilegiado até os que não têm o que comer. A capoeira me fez ser mais gente.

Sabiá também comenta sobre a popularidade da capoeira no Brasil já que, ao redor do mundo, 'tem um respeito enorme'.

- A capoeira já foi o segundo esporte ou atividade mais popular do Brasil. Hoje, ela conseguiu conquistar o mundo. Ela merece um olhar diferenciado no país. Ela está em muitas escolas particulares do Brasil, mas ainda falta um pouco mais nas públicas. Ela está em diversas escolas públicas do exterior, conquistou o mundo inteiro, maior divulgadora da língua portuguesa no mundo, está em mais de 160 países, uma das maiores redes informais que existe, então, eu acho que o mundo passa por um processo diferenciado, devido à tecnologia. A capoeira tem um legado diferente, um processo de imersão social muito bacana.

A classificação desta arte que mescla a luta, a música e a história do Brasil também segue uma incógnita já que, a cada dia, se descobre mais um segmento para ela.

- A capoeira é arte, luta, esporte, dança, cultura, educação, filosofia de vida e algumas coisas a mais que a gente ainda está descobrindo - diz Sabiá.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos