Prometendo grandes emoções, Campeonato Catarinense começa neste final de semana

Neste domingo será dada a largada no Campeonato Catarinense. O primeiro turno terá nove rodadas, outras nove no returno e os jogos das finais. Ao todo, 92 partidas serão disputadas. O torneio inicia com Criciúma e Avaí e Figueirense e Brusque fecham a noite de sábado. Já no domingo, é a vez da Chape realizar sua primeira partida, encarando o Inter de Lages na Arena Condá.

Em um campeonato que promete ser cheio de emoção, o Figueirense inicia com a carga de 17 taças, porém a favorita continua sendo a Chapecoense, campeã catarinense e sul-americana de 2016.

O Índio Condá teve desempenho marcante nos últimos anos. O clube iniciou sua ascensão em 2009, quando estreou na Série D do Campeonato Brasileiro. Na temporada, a equipe conquistou o terceiro lugar, alcançando acesso à Série C, em 2010. A Chape participou de três torneios pela Série C (2010, 2011, 2012), até conquistar uma vaga para disputar a Série B, em 2013, ano que conquistou o vice-campeonato e se juntou aos clubes da elite.

Disputando a primeira divisão do Campeonato Brasileiro desde 2014, a Chapecoense nunca mais caiu. Em 2016, o clube deixou grandes como São Paulo, Fluminense e Cruzeiro para trás, ocupando o nono lugar da tabela.

Dona de cinco taças do Campeonato Catarinense (1977, 1996, 2007, 2011 e 2016), a Chape inicia a competição com equipe renovada, comandada por Vagner Mancini, e com apoio dos três sobreviventes da tragédia, lateral Alan Ruschel, o goleiro Jackson Follmann e do zagueiro Neto.

Em uma competição com os grandes do estado, Figueirense, campeão 17 vezes, Avaí, time da Capital da Elite, Joinville, que é dono dos últimos títulos nacionais conquistados por um clube de Santa Catarina (Série C de 2011 e Série B de 2014) e Chape, os pequenos tentam conquistar um bom lugar.

Diretamente da serra catarinense, o Inter de Lages aposta na base e nos novos reforços para encarar o Índio Condá neste domingo. No Vale, o Brusque, comandado por Mauro Ovelha, afirma fazer uma campanha forte e já pega o Figueirense, no Orlando Scarpelli, logo de cara. Metropolitano começa em baixa, sem a presença de seu maior atacante, Mário Trípodi, após sofrer grave lesão. Cheio de tática chega o Barroso para honrar o Itajaí no torneio, voltando aos gramados da Série A.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos