Corinthians assume risco e dá última palavra a turcos: Rodriguinho não sai

A diretoria do Corinthians se reuniu e tomou uma decisão difícil neste fim de semana. Dois dias após a apresentação de uma proposta oficial do Fenerbahce (TUR) pela contratação do meia Rodriguinho, o clube brasileiro informou que não fará negócio e encerrou de vez as conversas, que já duravam cerca de dois meses. Além da manutenção do experiente jogador, que foi um dos melhores do time ao longo de 2016, o Corinthians também sabe que assumiu importantes riscos ao dizer não para os turcos. O maior dele é ver Rodriguinho sair de graça no fim desta temporada.

Rodriguinho tem contrato com o Corinthians até 31 de dezembro de 2017, mas foi seduzido pela oferta da Turquia. Além dos salários serem bem maiores do que ele recebe no Timão, o clube europeu enviou dois dirigentes e colocou até seu treinador, o holandês Dick Advocaat, para tentar convencê-lo. Foi um tratamento especial. O meia não quis entrar em conflito com o clube brasileiro, mas avisou até mesmo ao técnico Fabio Carille que desejava deixar o Brasil por conta de uma boa (e possivelmente última) oportunidade de atuar em alto nível fora do país. O Timão, entretanto, não aceitou as condições de venda e optou por manter seu camisa 26 e encerrar as negociações.

Agora, o Corinthians começa a negociar em outra frente, que é a renovação do curto contrato de Rodriguinho, válido somente até o fim do ano. Apesar de já haver um encaminhamento sobre o assunto há cerca de um mês, as conversas agora devem ganhar novos contornos. Além de estender o contrato do meia, o Timão precisará oferecer um substancial aumento de salário e também comprar parte dos direitos econômicos que hoje não lhe pertencem - o clube tem 50% do montante, contra 40% do Capivariano e 10% do América-MG.

Assim, caso as condições do novo contrato não agradem Rodriguinho e seu estafe, a tendência é que a negociação se arraste e o permita, a partir do meio do ano, assinar pré-contrato com outra agremiação. Desta forma, Rodriguinho sairia de graça do Corinthians quatro anos depois de ser comprado por R$ 4 milhões do América-MG. O Corinthians nem pensa nesta hipótese, mas só neste ano já recusou propostas formais de um clube chinês e agora do Fenerbahce pelo experiente meia, recentemente convocado para a Seleção Brasileira.

Os dirigentes do clube turco já voltaram ao seu país e deram a negociação com o Corinthians como encerrada. Até a próxima quarta-feira, quando se encerra o período de contratações para a liga local, o Fener deseja contratar um meia. Não será Rodriguinho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos